Card image
Formula 1
Equipes vetam corridas classificatórias na F1 para 2020

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 17/10/2019
  • Atualizado: 17/10/2019 às 16:15
  • Por: Leonardo Marson

A ideia de a Fórmula 1 ter na próxima temporada ter três Grandes Prêmios com definições de posições de largada através de corridas classificatórias não será adotada em 2020. A categoria não conseguiu apoio total das equipes para implantar o sistema que mudaria as classificações para os GPs da França, Bélgica e Rússia do ano que vem. Dirigentes do campeonato e das equipes se reuniram na última quarta-feira (16) em Paris.

F1
A Ferrari foi uma das equipes que se mostraram contrárias a adoção das corridas classificatórias. (Foto: Ferrari)

A proposição feita pela Fórmula 1 era de, em vez de se usar o tradicional formato de classificação, com três segmentos e cinco pilotos sendo eliminados a cada fase, as provas realizadas em Paul Ricard, Spa-Francorchamps e Sochi tivessem uma corrida de cem quilômetros, um terço da distância de um GP, para que o grid fosse definido, sem que esta prova curta contasse pontos para o campeonato.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

De acordo com o site inglês Racefans, a Ferrari foi uma das equipes que não aprovou a adoção das corridas classificatórias, muito também por conta de o plano poder contar com o Grande Prêmio da Itália, corrida “da casa” do time de Maranello. Outra equipe que se mostrou contrária a ideia foi a Racing Point, que teme pelo aumento de gastos por conta de eventuais batidas.

LEIA MAIS:
Caio Collet pilotará F1 em evento da categoria em São Paulo
Negociações para manter a F1 em Interlagos avançam
F1 realiza evento em homenagem a Ayrton Senna em São Paulo
Toro Rosso recebe aval para mudar de nome em 2020

A decisão, que ainda não é definitiva, uma vez que a ideia pode ser aceita por todas as equipes até antes do início da temporada de 2020, representa uma derrota ao diretor esportivo da Fórmula 1, Ross Brawn, que afirmou desejar testar novos formatos para ver a aprovação dos fãs. Pilotos como Sebastian Vettel, Lewis Hamilton e Romain Grosjean se manifestaram contra a adoção das mini-corridas.

A sequência da temporada de 2019 da Fórmula 1 acontecerá no dia 27 de outubro, com a realização do Grande Prêmio do México, prova que será disputada no Autódromo Hermanos Rodríguez, na Cidade do México.