Card image
Formula 1
Ecclestone: “Em muitos casos, negros são mais racistas que brancos”

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 27/06/2020
  • Atualizado: 27/06/2020 às 9:53
  • Por: Leonardo Marson

Bernie Ecclestone fez um comentário polêmico durante entrevista concedida para a emissora de TV americana CNN. Questionado sobre o que pensava sobre a “Comissão Hamilton”, projeto que Lewis Hamilton criou para estimular a presença de pessoas negras em áreas como ciência e tecnologia, o ex-dirigente da Fórmula 1 minimizou a questão da discriminação racial, e deu a entender que existe racismo reverso.

Bernie Ecclestone
Ecclestone acredita que existe o racismo reverso. (Foto: divulgação)

“Eu acho que não vai fazer bem ou mal para a F1. Só vai fazer as pessoas pensarem o que é mais importante. Acho que isso vale para todos. As pessoas deveriam pensar um pouco e pensar: ‘Olha só que coisa’. Alguém não é igual aos brancos, e os negros deveriam pensar o mesmo sobre os brancos. Em muitos casos, os negros são mais racistas que os brancos”, disse Ecclestone.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

Amanda Davies, jornalista responsável por conduzir a entrevista, questionou a afirmação do ex-dirigente máximo da Fórmula 1, e viu Ecclestone responder apenas que foi algo percebido ao longo dos anos. O inglês de 89 anos ainda criticou a categoria e as equipes por, em sua opinião, não fazerem nada nos últimos anos para combater a discriminação racial.

LEIA MAIS:

FBI conclui que Bubba Wallace não foi vítima de crime de ódio
Hamilton participa de manifestação anti-racismo em Londres

“Ninguém se importou com essa questão antes. Acho que é importante, mas já existe há muito tempo e ninguém fez nada. Por que não fizeram alguma coisa há dois ou três anos? Estão ocupados tentando ganhar corridas, buscar patrocinadores ou algo do tipo”, explicou Ecclestone, que também aproveitou para elogiar Hamilton pelo seu engajamento na luta contra o racismo.

“Lewis é especial. Como piloto, ele é muito, muito talentoso. Mas agora ele parece ser ainda mais talentoso quando está se posicionando e fazendo discursos. Essa última campanha que ele fez para a população negra é maravilhosa. Ele está fazendo um grande trabalho e é gente assim que as pessoas escutam”, completou o ex-dirigente da F1.