Card image
Formula 1
Ecclestone deixa o Brasil por conta de risco de coronavírus

1 Minuto de leitura

  • Publicado: 18/05/2020
  • Atualizado: 18/05/2020 às 17:18
  • Por: Leonardo Marson

Ex-chefe da Fórmula 1, Bernie Ecclestone deixou o Brasil e se mudou para a Suíça ao lado da esposa, Fabiana, que está grávida de cinco meses. O empresário, que morava em uma fazenda na cidade de Amparo, no interior paulista, rumou para a Europa para se proteger da pandemia de coronavírus, que tem feito cada vez mais vítimas em São Paulo e em todo o Brasil.

Bernie Ecclestone
Ecclestone morava em Amparo (SP) ao lado da esposa, Fabiana. (Foto: divulgação)

“A Fabiana precisa fazer exames a cada seis semanas. Nós temos clínicas privadas muito boas no Brasil, mas a preocupação com o risco de pegar o coronavírus é maior aqui do que na Suíça. É por isso que, por questões de segurança, vamos voltar para a Europa”, disse Ecclestone, em declaração para o jornal alemão Bild.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

Ecclestone vive em uma fazenda onde produz café, e está acostumado com a vida no País. Desde que deixou o comando da principal categoria do automobilismo mundial, após vender os direitos comerciais para o Liberty Media, o ex-dirigente passou a ter uma vida mais reservada.

LEIA MAIS:

Brown diz que Vettel nunca esteve nos planos da McLaren
Autoridades belgas liberam realização de GP em Spa-Francorchamps
McLaren planeja hipotecar carros históricos para arrecadar fundos
Confira como está o grid da Fórmula 1 para 2021

“Lá tudo é mais seguro, com menos risco de infecção. Vamos ficar na Suíça em um primeiro momento e observar como vai ser abertura das fronteiras. A gravidez corre sem complicações até aqui e todos estão saudáveis”, completou o inglês, que completará 90 anos no próximo mês de outubro.

O Brasil é um dos epicentros do coronavírus, tendo até o último domingo mais de 241 mil casos confirmados e 16 mil mortes.