Card image
Formula 1
Confira cinco curiosidades sobre o GP do Azerbaijão de 2021

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 07/06/2021
  • Atualizado: 07/06/2021 às 17:30
  • Por: Leonardo Marson

O Grande Prêmio do Azerbaijão de Fórmula 1 contou com números importantes durante a sua realização. A prova disputada no circuito montado nas ruas de Baku, capital azeri, foi das mais disputadas, e teve detalhes interessantes ao longo das 51 voltas que compuseram a sexta etapa da temporada 2021 da principal categoria do esporte a motor mundial.

Um dia após a realização da corrida em Baku, RACING traz os principais números da corrida. Confira abaixo:

Sergio Pérez
Sergio Pérez foi o último dos cinco pilotos a liderarem o GP do Azerbaijão. (Foto: Getty Images)

Cinco líderes diferentes
O Grande Prêmio do Azerbaijão foi, até agora, aquele que contou com o maior número de pilotos ocupando a primeira colocação no ano. Nada menos do que cinco pilotos, o equivalente a 25% do grid, esteve na ponta por pelo menos uma volta em Baku.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

Max Verstappen foi, de longe, o piloto com mais giros na liderança, completando 29 passagens na primeira posição. Lewis Hamilton esteve na frente por nove voltas, uma a mais em relação a Sergio Pérez, que venceu a prova. Sebastian Vettel e Charles Leclerc pontearam pela primeira vez uma corrida neste ano, com quatro e uma volta, respectivamente.

Seis corridas nos pontos
Depois da corrida em Baku, apenas um piloto alcançou o top-10 em todas as corridas da temporada. Trata-se de Lando Norris, que pontuou nos seis GPs realizados na atual temporada da Fórmula 1. No domingo passado, Norris completou a corrida na quinta posição, somando dez pontos.

LEIA MAIS:

Pérez vê Verstappen bater, Hamilton errar, e vence no Azerbaijão

Antes da etapa azeri, outros dois pilotos tinham somado pontos em todas as corridas, perdendo essa invencibilidade no domingo. Max Verstappen, que tinha apenas vitórias e segundos lugares no ano, zerou após bater há cinco voltas no final. Já Lewis Hamilton, maior vencedor da temporada, foi apenas o 15 após o erro na relargada.

Quatro equipes nos pontos em todos os GPs
Depois do Grande Prêmio do Azerbaijão, quatro equipes podem dizer que pontuaram nas seis corridas da atual temporada. Red Bull, líder do Mundial de Construtores, é um desses times, juntando-se a Ferrari, McLaren e AlphaTauri.

A lista tinha até o último domingo a Mercedes. O time da estrela de três pontas, porém, zerou após Lewis Hamilton errar na relargada e terminar em 15º, e Valtteri Bottas fazer uma corrida muito discreta e cruzar a linha de chegada em 12º.

Cinco vencedores diferentes em Baku
Desde a estreia na Fórmula 1, em 2016, ano em que foi chamado de Grande Prêmio da Europa, jamais um piloto venceu a prova duas vezes. Nico Rosberg (2016), Daniel Ricciardo (2017), Lewis Hamilton (2018), Valtteri Bottas (2019) e Sergio Pérez (2021) são os ganhadores na capital do Azerbaijão.

Dez pilotos com melhores posições de chegada no ano
Nada menos do que dez pilotos obtiveram suas melhores posições de chegada na atual temporada da Fórmula 1 no Azerbaijão. Charles Leclerc e Nicholas Latifi igualaram seus melhores desempenhos no ano, terminando em quarto e em 16º, respectivamente.

Sergio Pérez conseguiu sua primeira vitória no ano, sendo seguido por Sebastian Vettel e Pierre Gasly. Todos tiveram suas melhores posições de chegada na temporada. Juntam-se a este grupo Fernando Alonso (sexto), Yuki Tsunoda (sétimo), Kimi Räikkönen (décimo), Mick Schumacher (13º) e Nikita Mazepin (14º).