Card image
Formula 1
Bottas lidera TL3 dominado pela Mercedes em Silverstone

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 01/08/2020
  • Atualizado: 01/08/2020 às 8:06
  • Por: Leonardo Marson

Valtteri Bottas foi o piloto mais rápido do terceiro treino livre para o Grande Prêmio da Inglaterra de Fórmula 1. Na sessão que abriu as atividades da categoria neste sábado (1), no circuito de Silverstone, o piloto da Mercedes registrou na melhor de suas passagens 1min25s873, usando pneus macios em sua volta.

Valtteri Bottas
Bottas venceu duelo particular com Hamilton no terceiro treino livre. (Foto: LAT)

A segunda posição ficou com Lewis Hamilton, que acabou superado em 0s138 por seu companheiro de equipe. Max Verstappen, que foi à pista apenas na metade da atividade, marcou o terceiro tempo com a Red Bull, sendo seguido por Lance Stroll, piloto mais rápido da sexta-feira com a Racing Point. Carlos Sainz, da McLaren, fechou a lista dos cinco primeiros.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

Charles Leclerc, da Ferrari, ficou com a sexta posição, sendo seguido por Lando Norris, sétimo com o carro da McLaren. Daniel Ricciardo, que teve o chassi de sua Renault trocado para este sábado, foi o oitavo, enquanto Nico Hülkenberg se colocou em nono com a Red Bull. Pierre Gasly, da AlphaTauri, foi o décimo mais veloz.

LEIA MAIS:

Stroll lidera segundo treino livre para o GP da Inglaterra de F1
Verstappen lidera primeiro treino da F1 em Silverstone

A partir das 10h será realizada a classificação que determinará as posições de largada, atividade que terá transmissão dos canais Sportv. O Grande Prêmio da Inglaterra de Fórmula 1 será disputado neste domingo (2), a partir das 10h10, com exibição ao vivo da TV Globo, do portal GE.com e da rádio Band News FM.

Confira como foi o treino

A terceira sessão do final de semana em Silverstone começou com clima muito mais ameno em relação a sexta-feira, com 19°C de temperatura ambiente e 30°C no asfalto. O primeiro a deixar os boxes foi Pierre Gasly, da AlphaTauri. O francês e os outros pilotos que foram à pista, porém, fizeram apenas voltas de instalação.

O primeiro a registrar tempo na sessão foi Sebastian Vettel, que marcou 1min29s562 com a Ferrari. A marca do alemão, porém, foi batida por Kimi Räikkönen, que cravou 1min29s161 usando pneus macios em sua Alfa Romeo. A sessão seguiu e Carlos Sainz tomou a primeira colocação com a McLaren pouco depois.

Sainz melhorou seu tempo, mas acabou superado pelas duas Mercedes. Primeiro, Valtteri Bottas marcou 1min27s136, e, depois, Lewis Hamilton tomou a primeira colocação ao cravar 1min26s825. Ambos usaram pneus macios em seus carros. Charles Leclerc, por sua vez, colocou a Ferrari na terceira colocação.

Entre os pilotos que não tinham tempos registrados, chamavam atenção a dupla da Red Bull. Nem Max Verstappen, nem Alexander Albon tinham voltas registradas após 25 minutos de sessão. Hamilton, por sua vez, seguiu melhorando seus tempos, e alcançou 1min26s568 com os pneus de faixa vermelha, enquanto Gasly avançou para o terceiro lugar.

Lance Stroll, mais rápido da sexta-feira, se colocou em sexto, enquanto Verstappen finalmente foi à pista no fechamento da primeira metade da sessão, tomando o terceiro lugar, superando Nico Hülkenberg, que fez seu primeiro giro na sessão momentos antes. Bottas tomou a liderança da sessão com 30 minutos, marcando 1min26s526.

Albon teve detectado um problema elétrico na unidade de potência, e, por isso, o tailandês seguiu nos boxes. Stroll subiu para quarto, tomando a posição de Hülkenberg, enquanto Hamilton recuperou a ponta da tabela de tempos com 1min26s332. Verstappen melhorou seu tempo, mas seguiu com a terceira colocação na classificação.

Lando Norris se colocou na quarta posição, e Vettel avançou para o quinto posto na sequência. Outro que avançou foi Leclerc, que tomou o quarto posto do inglês da McLaren. Com 18 minutos para o final do treino, a Red Bull permitiu que Albon entrasse no carro, e saiu para a pista quatro minutos mais tarde para dar suas primeiras voltas na sessão.

Bottas recuperou a liderança ao marcar 1min25s873 com a Mercedes, enquanto Verstappen avançou para a segunda posição, perdendo o posto para Hamilton segundos depois. Albon, em seu primeiro giro, subiu apenas para 17º, mas teve a volta cancelada por escapara da pista. Já Vettel reclamou de algo solto em seu carro.

A Racing Point mandou seus dois pilotos à pista quando restavam cinco minutos para o encerramento da sessão, e viu Stroll subir para quarto, enquanto Hülkenberg tomou a nona posição. Albon, em nova volta, marcou o 12º tempo. A sessão seguiu para o final com Bottas na frente, seguido por Hamilton e Verstappen.