Card image
Formula 1
Bottas lidera primeiro treino para o GP de Portugal no Algarve

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 23/10/2020
  • Atualizado: 23/10/2020 às 8:32
  • Por: Leonardo Marson

Valtteri Bottas foi o piloto mais rápido do primeiro treino livre para o Grande Prêmio de Portugal, 12ª etapa da temporada 2020 da Fórmula 1. Na sessão realizada na manhã desta sexta-feira (23) no circuito de Portimão, o piloto da Mercedes registrou na meia hora final 1min18s410, usando pneus médios em seu melhor giro.

Valtteri Bottas
Bottas superou Hamilton para liderar a primeira posição na atividade no Algarve. (Foto: Mercedes)

A segunda colocação ficou com Lewis Hamilton, que acabou o treinamento com um tempo 0s339 mais lento em relação a Bottas. Max Verstappen, com a Red Bull, finalizou a sessão com o terceiro tempo, sendo seguido por Charles Leclerc, quarto com a Ferrari. A lista dos cinco primeiros foi completada por Alexander Albon, da Red Bull.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

Carlos Sainz, que liderou toda a parte inicial do treinamento na região do Algarve, foi o sexto mais rápido com a McLaren, ficando à frente de Sergio Pérez, sétimo com a Red Bull. Daniel Ricciardo colocou a Renault na oitava posição, enquanto Pierre Gasly, da AlphaTauri, fechou o treino em nono. Sebastian Vettel fechou o grupo dos dez mais rápidos com a Ferrari.

LEIA MAIS:

Nos 80 anos de Pelé, relembre momentos do “Rei” com ídolos da F1

A segunda sessão de treinos livres para o Grande Prêmio de Portugal será realizada ainda nesta sexta-feira, a partir das 11h, e contará com transmissão ao vivo pelos canais Sportv.

Confira como foi o treino

A sessão no circuito de Portimão foi aberta às 7h, pelo horário de Brasília, com clima ameno na região do Algarve. A temperatura ambiente apontava 18°C, enquanto a umidade relativa do ar era de 78%. O asfalto estava em 25°C. Logo que a pista foi liberada, diversos pilotos fizeram suas voltas de instalação, retornando aos boxes.

O primeiro a registrar tempo foi Sebastian Vettel, que marcou 1min30s462 com a Ferrari. Na sequência, Carlos Sainz colocou a McLaren na frente com 1min26s948, usando pneus duros. O espanhol, porém, reclamava da aderência da pista, chegando a dizer que se sentia como se fizesse “drift em Tóquio”, em referência a modalidade em que se faz curvas derrapando o carro.

Sainz teve a volta seguinte excluída por não respeitar os limites da pista, mas marcou na sequência 1min22s183. Max Verstappen completou seu primeiro giro logo depois e avançou para a segunda posição com a Red Bull. O piloto da McLaren seguiu baixando o tempo de volta, alcançando 1min21s497 com 12 minutos de treinamento.

Enquanto o espanhol da McLaren seguia baixando seus tempos, Verstappen rodou na curva três do circuito português, voltando à pista logo na sequência. O holandês, assim como Sainz, também reclamou muito da falta de aderência do asfalto. Com 20 minutos de treino, Lewis Hamilton foi à pista, e anotou o terceiro tempo, sendo superado por Charles Leclerc na sequência.

Valtteri Bottas avançou para o segundo lugar na folha de tempos, ainda um segundo distante do tempo de Sainz. Hamilton melhorou sua marca minutos mais tarde, subindo para o segundo lugar, sendo novamente batido por Leclerc, que teve sua volta excluída. Pierre Gasly colocou a AlphaTauri na ponta, mas logo após, o monegasco da Ferrari marcou 1min20s410 para tomar a liderança.

Hamilton tomou a primeira posição da atividade ao marcar 1min20s165, enquanto Leclerc rodou com a Ferrari. Pouco depois, o líder do campeonato melhorou seu tempo e quebrou a barreira de 1min20s, marcando 1min19s526. Vettel avançou para o terceiro posto, mas logo foi batido por Bottas. Com 40 minutos de treino, os pilotos foram aos boxes para ajustes nos carros.

Após muitos minutos sem atividade, Romain Grosjean e Kevin Magnussen, pilotos que fazem suas últimas corridas pela Haas, foram à pista. Sergio Pérez aproveitou para avançar para a terceira colocação com a Racing Point. Já Nicholas Latifi deu uma escapada da pista, mas sem provocar consequências à atividade.

Com 30 minutos para o final do treinamento, Verstappen voltou a andar no traçado português, mas dava a impressão de ter óleo vazando da Red Bull. Neste mesmo momento, Bottas tomou a liderança da atividade com 1min19s491. Pouco depois, Hamilton melhorou seu tempo ao cravar 1min18s874, usando pneus médios. Alexander Albon, por sua vez, subiu para quinto.

Verstappen subiu para a quarta posição com a Red Bull, enquanto Pérez pulou para o quinto posto. Já Bottas retomou a liderança da atividade ao cravar 1min18s410. Com 15 minutos para o encerramento da sessão, o holandês tornou a melhorar seu tempo, ficando atrás apenas dos dois pilotos da Mercedes. Já Kimi Räikkönen rodou com a Alfa Romeo.

A sessão seguiu para o final com Grosjean escapando da pista, ao passo que Daniil Kvyat rodou. Na folha de tempos, Bottas fechou a sessão com o melhor tempo, seguido por Hamilton e Verstappen.

Comentários