Card image
Formula 1
Bottas derrota Hamilton e fatura a pole position em Portugal

4 Minutos de leitura

  • Publicado: 01/05/2021
  • Atualizado: 01/05/2021 às 12:11
  • Por: Leonardo Marson

Valtteri Bottas conquistou a pole position para o Grande Prêmio de Portugal, terceira etapa da temporada 2021 da Fórmula 1. Na fase final da classificação realizada no circuito de Portimão neste sábado (1), o piloto da Mercedes registrou na melhor das suas passagens 1min18s348, faturando a posição de honra pela 16ª vez na carreira.

Valtteri Bottas
Bottas conquistou sua 16ª pole na F1. (Foto: Mercedes)

A segunda posição ficou com Lewis Hamilton, que acabou apenas 0s007 atrás do tempo obtido por seu companheiro de equipe. Max Verstappen colocou a Red Bull na terceira posição, e dividirá a segunda fila com Sergio Pérez, quarto com o outro carro do time austríaco. O grupo dos cinco primeiros ainda conta com Carlos Sainz, da Ferrari.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

Esteban Ocon ficou com a sexta colocação no grid com a Alpine, enquanto Lando Norris, da McLaren, e Charles Leclerc, da Ferrari, dividirão a quarta fila no grid em Portimão. A nona colocação ficou com Pierre Gasly, piloto da AlphaTauri. O grupo dos dez melhores foi completado por Sebastian Vettel, com a Aston Martin.

LEIA MAIS:

F1 antes de Senna e depois de Senna
Relembre o outro 1º de maio do Brasil na Fórmula 1

O Grande Prêmio de Portugal de Fórmula 1 será disputado neste domingo (2), a partir das 11h, com transmissão da Band e da rádio BandNews FM.

Confira como foi a classificação

Q1
A classificação começou com clima um pouco mais quente em relação ao terceiro treino livre. A temperatura do ar estava em 18°C, enquanto a pista tinha 38°C. Lando Norris foi o primeiro a registrar tempo, cravando 1min27s433, andando com os pneus médios com a McLaren. O tempo logo foi batido por Lance Stroll, que fez 1min22s753, usando pneus macios na Aston Martin.

Os tempos passaram a cair rapidamente, com George Russell, Sebastian Vettel, Kimi Räikkönen e Daniel Ricciardo se colocando na frente. Carlos Sainz, porém, foi quem se estabilizou na ponta, com 1min19s480 com a Ferrari. Pouco depois, Valtteri Bottas avançou para o segundo lugar, seguido por Max Verstappen. Os três apareciam separados por 0s010.

Sainz melhorou seu tempo para 1min19s309, sendo superado por Lewis Hamilton. O inglês, porém, teve sua volta excluída por não respeitar o limite de pista na curva 1. Bottas tomou a ponta da sessão com 1min19s205, quando restavam oito minutos para o final da atividade. O inglês da Mercedes, em novo giro, avançou para o quinto lugar.

Pérez, vindo em terceiro, rodou com a Red Bull quando restavam pouco mais de cinco minutos para o final da sessão. A sessão chegou aos três minutos finais com Yuki Tsunoda, George Russell, Mick Schumacher, Nicholas Latifi e Nikita Mazepin entre os eliminados. O alemão da Haas, em volta rápida, melhorou seu tempo, mas seguiu entre os cinco últimos.

Vettel, com dois minutos para o final, se colocou em quarto. Quem tomou a liderança foi Norris, que marcou 1min18s794 com a McLaren. Outro que surpreendeu foi Antonio Giovinazzi, que pulou para o sexto lugar. Ainda houve tempo para Bottas bater o tempo de Norris, cravando 1min18s722 com a Mercedes. Norris, e Hamilton fecharam o top-3.

Os eliminados foram Daniel Ricciardo, Lance Stroll, Nicholas Latifi, Mick Schumacher e Nikita Mazepin.

Q2

A segunda rodada da classificação começou com praticamente todos os pilotos deixando os boxes. Sainz foi o primeiro a marcar tempo, cravando 1min19s560. A marca foi batida por Leclerc, enquanto Verstappen se colocou na ponta com 1min19s099. A Mercedes soltou seus pilotos na pista na sequência, e viu Hamilton cravar 1min17s968, ficando à frente de Bottas.

Norris avançou para a terceira posição, sendo seguido por Esteban Ocon. Com seis minutos para o encerramento da sessão, Sainz estava entre os eliminados com a Ferrari. Os pilotos, neste momento, se dirigiram aos boxes para trocarem os pneus e realizarem ajustes nos carros pensando na parte final da segunda rodada da classificação.

Sainz avançou para a nona posição restando pouco mais de dois minutos para o final da sessão, caindo uma posição ao ser superado por Gasly. A sessão terminou com Hamilton na liderança, seguido por Bottas e Norris. Os eliminados foram George Russell, Antonio Giovinazzi, Fernando Alonso, Yuki Tsunoda e Kimi Räikkönen.

Q3
A rodada final da classificação começou com sete dos dez pilotos partindo para a pista imediatamente, exceções feitas a Verstappen e Vettel. O holandês deixou os boxes pouco depois, enquanto o alemão seguiu estacionado. O primeiro a marcar tempo na fase decisiva foi Pierre Gasly, com um altíssimo 1min27s535. Ocon tomou a ponta logo na sequência.

Verstappen assumiu a ponta da classificação, mas teve o tempo excluído por não respeitar os limites de pista na curva 4. Bottas avançou para a primeira colocação com 1min18s348, ficando 0s007 à frente de Hamilton, o segundo colocado. Ambos andaram com pneus médios. Pérez, Sainz e Norris fechavam o top-5, enquanto o holandês da Red Bull era o único sem tempo.

Os pilotos voltaram aos boxes para um último ajuste nos carros e a troca de pneus. Verstappen se colocou em terceiro, 0s398 atrás de Bottas. Hamilton, brigando com o carro, não conseguiu melhorar, e Bottas marcou a pole position em Portugal.

Comentários