Card image
Formula 1
Binotto lamenta acidente entre pilotos da Ferrari em Interlagos

1 Minuto de leitura

  • Publicado: 17/11/2019
  • Atualizado: 17/11/2019 às 19:44
  • Por: Leonardo Marson

Mattia Binotto evitou fazer qualquer comentário após o acidente que tirou do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 Charles Leclerc e Sebastian Vettel. Os dois se tocaram na volta 66 da corrida disputada neste domingo (17) no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP), e abandonaram a disputa. Apesar disso, o chefe da equipe de Maranello, disse que esta situação não pode acontecer.

Binotto
Vettel e Leclerc bateram e abandonaram o GP do Brasil de F1. (Foto: Scuderia Ferrari)

“A gente quer analisar as imagens, mas não no calor da emoção. Algumas coisas não podem acontecer. A gente deixa os dois livres para disputar, eles estão batalhando pelas posições no campeonato, mas isso não pode acontecer. Foi um toque muito leve, mas que causou tudo isso. Falei com os dois pilotos, e eles têm que sentir muita a responsabilidade pelo que aconteceu”, disse Binotto, logo após a corrida.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

Questionado sobre se a Ferrari voltará a dar ordens aos pilotos nas próximas corridas, Binotto garantiu que não. Porém, avisou que Leclerc e Vettel terão de evitar acidentes como o que tirou os dois da corrida disputada nesta tarde na capital paulista. O dirigente da equipe italiana ainda ressaltou que todos na equipe estão entristecidos pelo lance que custou o pódio a equipe.

LEIA MAIS:
Verstappen vence GP do Brasil maluco em Interlagos

“Eles devem permanecer livres para brigar, mas sem correr riscos desnecessários como o que aconteceu hoje”, disse Binotto. “Estou muito desapontado, os pilotos e equipe também estão, mas essa é uma situação que vai nos ajudar a entender o futuro. Foi um erro dos pilotos na pista”, completou o dirigente da Ferrari.