Card image
Formula 1
Alfa Romeo renova contrato com Giovinazzi por uma temporada

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 04/11/2019
  • Atualizado: 04/11/2019 às 13:10
  • Por: Leonardo Marson

A Alfa Romeo anunciou nesta segunda-feira (4) a renovação de contrato com o italiano Antonio Giovinazzi, atual titular da equipe, para a temporada de 2020. O italiano de 25 anos fez sua estreia na Fórmula 1 em 2017, na Sauber – atual Alfa Romeo – substituindo Pascal Wehrlein, e disputa a temporada completa pela primeira vez neste ano, tendo como companheiro o finlandês Kimi Räikkönen.

Antonio Giovinazzi
Giovinazzi faz neste ano sua primeira temporada como titular da F1. (Foto: Alfa Romeo)

Em um ano em que a Alfa Romeo tem conseguido um desempenho um pouco melhor em relação ao ano passado, ocupando a oitava posição no Mundial de Construtores, Giovinazzi terminou entre os dez primeiros em três oportunidades na atual temporada. O piloto agradeceu ao time de Hinwil pela nova oportunidade, e destacou que, em seu segundo ano, poderá mostrar ainda mais potencial.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

“Estou muito feliz por continuar com a equipe em 2020. Sou muito grato por este incrível nível de suporte que eu recebi durante toda minha primeira temporada na Fórmula 1: todos na equipe estiveram ao meu lado desde o dia em que eu me juntei ao time e estou ansioso para continuarmos esta jornada”, disse Giovinazzi, que chegou a disputar duas corridas na F1 antes de se tornar titular da Alfa Romeo.

LEIA MAIS:
McLaren e Petrobras encerram parceria após duas temporadas
Hamilton conquista o hexa da F1; Bottas vence em Austin

“Nós aprendemos muito neste ano e estou confiante de que nós podemos dar um grane passo na próxima temporada. Não serei mais um estreante, então não haverá desculpas para mim. Eu quero ser competitivo desde o início da temporada e justificar a confiança que a equipe colocou em mim”, completou o italiano, que teve como melhor resultado a nona posição, obtida no GP da Itália, em Monza.

“Antonio fez um ano muito bom e estou extremamente orgulhoso em confirmar que ele estará na Alfa Romeo em 2020. A forma como ele integrou a equipe e consistentemente melhorou durante a sua primeira temporada na F1 são muito promissoras e nós não podemos esperar para destravar totalmente seu potencial, já que continuaremos a trabalhar juntos”, disse Frédéric Vasseur, chefe da Alfa Romeo.

“Antonio surgiu como um piloto muito rápido, mesmo ao lado de uma referência tão dura como Kimi Räikkönen, e esperamos que ele se desenvolva ainda mais com o aumento de sua experiência. Seu retorno técnico, trabalho ético e abordagem positiva nos ajudarão a continuar empurrando nossa equipe para frente, e também a consistência de uma dupla inalterada para a próxima temporada”, completou Vasseur.