Card image
Extreme E
Conheça a Extreme E, categoria que faz sua estreia neste sábado

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 03/04/2021
  • Atualizado: 03/04/2021 às 1:28
  • Por: Leonardo Marson

Mais nova categoria do automobilismo mundial, a Extreme E inicia neste sábado (3) a sua temporada de estreia com muitas estrelas entre pilotos e donos de equipe, e promete mostrar carros elétricos correndo em regiões remotas e que sofrem com as mudanças climáticas do planeta. A abertura do campeonato será disputada neste final de semana em Al-Ula, na Arábia Saudita.

Extreme E
Extreme E conta com time comandado por Lewis Hamilton, a X44. (Foto: Sam Bloxham)

Depois da realização da etapa saudita, a categoria passará ainda por Lac Rosa, no Senegal, Kangerlussaq, na Groenlândia, território pertencente à Dinamarca, Santarém, região localizada no estado do Pará, e Ushuaia, na Argentina. Havia a intenção de se fazer uma prova no Himalaia, no Nepal, mas a pandemia de Covid-19 impediu a realização desta etapa.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

A Extreme E tem a realização de provas fora de estrada com a participação de nove carros, todos conduzidos por uma dupla de pilotos, forçosamente um homem e uma mulher. O formato da disputa ajuda a entender os motivos de um carro para dois competidores: as atividades serão realizadas sempre em duas voltas de, em média, 15 quilômetros, cada uma feita por um integrante do time.

LEIA MAIS:

Conheça o Mini Electric Pacesetter, novo Safety Car da Fórmula E

Após a realização do shakedown, os times partem para a classificação, decidida em duas fases. O resultado da média de tempos forma três grupos para as semifinais, sempre divididos em três, considerando os tempos, para se apurar quatro finalistas. O primeiro deles é formado entre os três mais rápidos, enquanto o segundo tem o quarto, o quinto e o sexto. O terceiro é formado pelos mais lentos.

O grupo com os mais rápidos dá duas vagas para a decisão, enquanto os outros dois grupos distribuem uma vaga cada. A decisão, marcada sempre para o domingo, tem formato direto. A dupla que conseguir a melhor média de tempos entre os finalistas fica com a vitória da etapa, que é chamada de X-Prix na Extreme E.

Entre os donos de equipe, se destacam três campeões mundiais de Fórmula 1: Lewis Hamilton, Nico Rosberg e Jenson Button. Destes, apenas Button estará também na pilotagem de um dos carros. O grid ainda conta com Carlos Sainz, outro dono de equipe, Sébastien Loeb, Laia Sanz, Mattias Ekström e Johan Kristoffersson.

O público que quiser acompanhar a Extreme E terá de apelar a TV por assinatura e a internet. A ESPN mostra neste sábado, às 3h e às 8h, as classificações, e as semifinais no domingo. Também no domingo, a partir das 7h, os canais ESPN/Fox Sports e o Sportv exibem a decisão ao vivo.

Confira as equipes e os pilotos:
ABT Cupra: Mattias Ekström e Claudia Hürgten
Acciona Sainz: Carlos Sainz e Laia Sanz
Andretti: Timmy Hansen e Catie Munnings
Hispano-Suiza: Oliver Bennett e Christine Giampoli Zonca
JBXE: Jenson Button e Mikaela Ahlin-Kottulinsky
Rosberg X: Johan Kristoffersson e Molly Taylor
Chip Ganassi: Kyle LeDuc e Sara Price
Veloce Racing: Stéphane Sarrazin e Jamie Chadwick
X44: Sébastien Loeb e Cristina Rodríguez