Card image
Competições
Audi anuncia saída do DTM ao final de 2020

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 28/04/2020
  • Atualizado: 28/04/2020 às 13:05
  • Por: Leonardo Marson

A Audi anunciou na tarde dessa segunda-feira (27) que deixará o DTM ao final de 2020. De acordo com a montadora alemã, a decisão se dá por conta do foco nos veículos elétricos, seja no esporte a motor, onde a fabricante mantém uma operação na Fórmula E, seja na indústria. A montadora ainda afirmou que a pandemia de coronavírus que assola o planeta também contou para a saída do Campeonato Alemão de Turismo.

Audi
René Rast é o atual campeão do DTM. (Foto: DTM)

“A Audi fez o DTM e o DTM fez a Audi. Impulsionaremos nossa transformação em um provedor de mobilidade elétrica sustentável e esportiva. A Fórmula E oferece uma plataforma muito atraente para isso. Para complementá-la, estamos investigando outros formatos progressivos de automobilismo para o futuro”, disse Markus Duesmann, presidente do conselho de administração da Audi.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

A atitude tomada pela marca das quatro argolas deixa a organização do DTM em situação complicada. No ano passado, a Aston Martin, que ficou apenas uma temporada na categoria, anunciou a saída para o campeonato deste ano, que sequer chegou a começar ainda. Desta forma, a categoria alemã conta apenas com a participação da BMW para o ano que vem.

LEIA MAIS:

Piloto da Semana: Nicola Larini

“Hoje é um dia difícil para o automobilismo na Alemanha e em toda a Europa. Lamento profundamente a decisão da Audi de se retirar do DTM após a temporada de 2020. Embora respeitemos a posição da diretoria, a natureza de curto prazo deste anúncio apresenta à ITR, nosso parceiro BMW e nossas equipes uma série de desafios específicos”, comentou Gerhard Berger, presidente do ITR, organizador do DTM.

“Dada a nossa associação comum e as dificuldades particulares que todos enfrentamos durante a pandemia, teríamos esperado uma abordagem mais unida. Esta decisão piora a situação, e o futuro do DTM agora depende muito de como nossos parceiros e patrocinadores reagirão a essa decisão. No entanto, espero que a Audi realize sua saída planejada adequadamente, com responsabilidade e em parceria total com a ITR”, seguiu.

“Meu compromisso permanece com o próximo ano e com a garantia de proporcionar a nossas centenas de milhares de fãs uma temporada emocionante e competitiva. Mas, assim que possível, também quero criar segurança de planejamento para nossas equipes participantes, patrocinadores e todos cujo trabalho depende do DTM”, completou Berger.