Card image
Competições
Roberval Andrade vence corrida 2 da Copa Truck em Interlagos

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 08/12/2019
  • Atualizado: 08/12/2019 às 17:02
  • Por: Leonardo Marson

Roberval Andrade conquistou a vitória na corrida de encerramento da última etapa da temporada 2019 da Copa Truck, disputada no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP). O piloto assumiu a liderança da prova após Pedro Paulo Fernandes apresentar um problema de turbina e superar Renato Martins metros à frente, e segurou o ataque de Paulo Salustiano quando restavam duas voltas.

Copa Truck
Roberval Andrade triunfou em Interlagos pela décima vez na carreira. (Foto: Duda Bairros)

Salustiano, com um caminhão Volkswagen, terminou a prova na segunda posição, distante 0s314 do piloto da Mercedes. Renato Martins, com outro Volkswagen, completou a prova em terceiro, sendo seguido por Beto Monteiro, que garantiu o título da temporada na primeira corrida do dia, e terminou a segunda prova em quarto com um Volkswagen. André Marques, com um Mercedes, foi o quinto.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

A sexta colocação ficou com Giuliano Losacco, que correu com um Iveco, sendo seguido por Adalberto Jardim, sétimo com um Ford. José Augusto Dias, com um Volkswagen, completou a corrida com a oitava posição, enquanto Jaidson Zini, com um Scania, fechou a corrida em nono. Gabriel Robe, com um Mercedes, completou a lista dos dez primeiros colocados.

LEIA MAIS:
Beto Monteiro conquista título da Copa Truck em Interlagos

A corrida foi marcada por um longo período de Safety Car provocado por uma série de rodadas. Pedro Paulo Fernandes teve um problema na turbina de seu Mercedes quando liderava, mas seguiu andando. Por conta do óleo, Felipe Giaffone, Clodoaldo Monteiro e Wellington Cirino rodaram, ficando presos na caixa de brita. Houve uma relargada para duas voltas, e Andrade manteve a primeira posição.

Confira como foi a corrida

A corrida começou com Pedro Paulo Fernandes mantendo a liderança da corrida, seguido por Renato Martins e Felipe Giaffone. Roberval Andrade avançou para quarto, enquanto Paulo Salustiano pulou da oitava para a quinta posição nos metros iniciais. Na abertura da segunda volta, o piloto do Mercedes do Corinthians deixou Giaffone para trás, tomando o terceiro lugar.

Débora Rodrigues, com problemas no caminhão, foi aos boxes no complemento do primeiro giro, abandonando a prova. Martins, por sua vez, abriu ataque contra Fernandes, enquanto Andrade passou a se aproximar rapidamente, tomando a liderança na terceira volta por conta de problemas com o caminhão do rival. Porém, a primeira posição do veterano durou apenas alguns metros, já que Andrade pegou a linha de dentro e tomou a primeira posição.

Fernandes não parou o caminhão e seguiu na pista, provocando uma série de rodadas: Felipe Giaffone, Wellington Cirino, André Marques, Luiz Carlos Zapelini e Clodoaldo Monteiro rodaram. Destes, apenas Marques e Zapelini escaparam da brita. Sem alternativa, a direção de prova foi obrigada a acionar o Safety Truck no complemento da quinta volta. A classificação apontava liderança de Andrade, seguido por Salustiano, Martins, Monteiro e Giuliano Losacco.

Restando cinco minutos para o encerramento do tempo regulamentar, a direção de prova anunciou que a prova recomeçaria para duas voltas. Salustiano partiu para o ataque de Andrade quando a bandeira verde foi acionada, mas o piloto do Mercedes conseguiu se manter na liderança e abrir vantagem sobre o rival, seguindo para a vitória. Salustiano e Martins completaram o grupo dos três primeiros.