Card image
Competições
Vettel lidera último treino da F1 em Monza

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 07/09/2019
  • Atualizado: 07/09/2019 às 8:11
  • Por: Leonardo Marson

Sebastian Vettel foi o piloto mais rápido do terceiro treino livre para o Grande Prêmio da Itália, 14ª etapa da temporada 2019 da Fórmula 1. Na atividade realizada com pista seca no Autódromo Nacional de Monza na manhã deste sábado (7), o piloto da Ferrari marcou o melhor tempo do final de semana na parte final da sessão, cravando 1min20s294 usando pneus macios.

Sebastian Vettel
Vettel manteve a Ferrari na frente neste sábado. (Foto: Ferrari)

A segunda posição ficou com Max Verstappen, piloto da Red Bull que acabou o treinamento com um tempo 0s032 pior em relação a Vettel. Valtteri Bottas, com a Mercedes, ficou com o terceiro melhor tempo, sendo seguido por Charles Leclerc, que chegou a liderar a atividade com o segundo carro da Ferrari. Daniel Ricciardo, da Renault, surpreendeu e terminou o treino em quinto.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!

Lewis Hamilton fechou a sessão com o sexto melhor tempo com a Mercedes, sendo seguido por Nico Hülkenberg, companheiro de equipe de Ricciardo. Alexander Albon, com a Red Bull, fechou o treinamento com a oitava marca, sendo seguido por Antonio Giovinazzi, nono com a Alfa Romeo. O grupo dos dez mais rápidos foi completado por Daniil Kvyat, da Toro Rosso.

LEIA MAIS:
Leclerc domina segundo treino da Fórmula 1 em Monza
Leclerc supera Sainz e lidera primeiro treino na Itália
F1 renova acordo, e GP da Itália está garantido até 2024
Confira a programação para o GP da Itália de F1

A partir das 10h acontece a definição das posições de largada para a 14ª etapa da Fórmula 1, com transmissão ao vivo dos canais Sportv. O Grande Prêmio da Itália será disputado no domingo (8), a partir das 10h10, e contará com exibição da TV Globo, do portal GloboEsporte.com e da rádio Band News FM.

Confira como foi o terceiro treino

O terceiro treino livre para o Grande Prêmio da Itália de Fórmula 1 teve a bandeira verde acionada pontualmente às 7h, mas os boxes não foram abertos, já que os fiscais ainda trabalhavam na região da curva Parabólica por conta do forte acidente de Alex Peroni durante a corrida da Fórmula 3. Então, os carros só puderam ir à pista após dez minutos de atividade.

Quando o box foi aberto, 12 dos 20 pilotos partiram para a pista. O primeiro a marcar tempo foi Carlos Sainz, que registrou 1min21s986 em seu primeiro giro, melhorando esta marca na passagem seguinte. As Mercedes foram para a pista, mas trabalharam inicialmente no ritmo de corrida, então Lewis Hamilton e Valtteri Bottas se colocaram três segundos atrás do espanhol.

A Ferrari mandou seus pilotos à pista e, com 24 minutos de atividade, Sebastian Vettel tomou a liderança da folha de tempos, marcando 1min20s611. Charles Leclerc, que se colocou na segunda posição em um primeiro momento, avançou à liderança no fechamento da primeira meia hora da atividade, com 1min20s611. Daniel Ricciardo, com a Renault, apareceu em terceiro.

Max Verstappen foi à pista pela primeira vez após 34 minutos de sessão, e pulou para a terceira posição, atrás apenas das duas Ferraris. Sergio Pérez aparecia em quarto com a Racing Point, seguido por Ricciardo. Pouco depois, Hamilton pulou para o terceiro posto, mas ainda longe três décimos de Leclerc, enquanto Bottas se posicionou apenas no oitavo posto.

Verstappen logo tomou a terceira posição de Hamilton, sendo um milésimo mais veloz que o inglês, enquanto Bottas avançou para o quinto lugar, à frente de Alexander Albon. Com 15 minutos para o final da sessão, os pilotos visitaram os boxes, e Vettel e Leclerc quebraram o silêncio da pista um minuto depois, e o alemão melhorou seu tempo para 1min20s331, aproveitando o vácuo de Leclerc.

Hamilton melhorou seu tempo, mas seguiu em terceiro, sendo superado na sequência por Ricciardo. Verstappen se colocou entre as duas Ferraris, pulando para segundo com um tempo apenas 0s032 pior em relação a Vettel. Bottas foi outro a avançar, ganhando a terceira posição. A sessão seguiu para o final sem que as primeiras posições fossem alteradas. Melhor para Vettel, que terminou como o piloto mais rápido.