Card image
Competições
Verstappen fatura a pole position para o GP do Brasil de F1

4 Minutos de leitura

  • Publicado: 16/11/2019
  • Atualizado: 16/11/2019 às 20:42
  • Por: Leonardo Marson

Max Verstappen conquistou neste sábado (16) a pole position para o Grande Prêmio do Brasil, penúltima etapa da temporada 2019 da Fórmula 1. Em uma classificação das mais equilibradas no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP), o piloto da Red Bull mostrou força no Q3, liderando todo o segmento para garantir a posição de honra para a corrida na capital paulista. O resultado representa a primeira pole da Red Bull em Interlagos desde 2013, com Sebastian Vettel.

Max Verstappen
Max Verstappen marcou a terceira pole position da carreira, e a primeira em Interlagos. (Foto: Rafa Catelan)

Vettel, com a Ferrari, largará da segunda posição, depois de ficar 0s123 atrás do tempo obtido por Verstappen. Lewis Hamilton partirá da terceira posição com a Mercedes, e terá ao seu lado Valtteri Bottas, seu companheiro de equipe, que acabou beneficiado pela perda de dez posições de Charles Leclerc, que teve o motor trocado pela Ferrari. O grupo dos cinco primeiros foi completado por Alexander Albon, da Red Bull.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

Pierre Gasly, da Toro Rosso, fez ótima classificação e partirá em sexto, ficando à frente de Romain Grosjean, da Haas, e de Kimi Räikkönen, da Alfa Romeo, que dividirão a quarta fila no circuito localizado na capital paulista. Kevin Magnussen, com a outra Haas, parte em nono, enquanto a décima posição ficou com Lando Norris, piloto da McLaren. Quarto na classificação, Leclerc largará da 14ª posição.

O Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 será disputado neste domingo (17), a partir das 14h10, e contará com transmissão ao vivo da TV Globo, do portal GloboEsporte.com e das rádios Bandeirantes, Band News FM e Trânsito.

Confira como foi a classificação

Q1

A classificação começou pontualmente às 15h com temperatura de 20°C ambiente e 35°C na pista. O primeiro a sair foi Robert Kubica, com a Williams, que logo foi seguido por George Russell, seu companheiro de equipe, e Kimi Räikkönen, da Alfa Romeo. Russell foi o primeiro a marcar tempo, com 1min10s688, marca logo batida por Antonio Giovinazzi, que fez 1min09s324.

Daniil Kvyat tomou a ponta com a Toro Rosso, mas, restando 12 minutos para o final do segmento, Mercedes, Ferrari e Red Bull mandaram seus pilotos à pista. Ainda houve tempo para Pierre Gasly pontear a sessão, antes de ser superado por Sebastian Vettel, com 1min08s556, enquanto Charles Leclerc ficou 0s036 atrás do companheiro de Ferrari. Na sequência, Alexander Albon tomou a ponta com a Red Bull ao marcar 1min08s503.

O Q1 foi para os dez minutos finais com Max Verstappen tomando a gente ao marcar 1min08s242, ao passo que Lewis Hamilton apareceu apenas em quinto com a Mercedes. Leclerc, por sua vez, avançou da quarta para a terceira posição, atrás apenas dos dois pilotos da Red Bull. Restando sete minutos para o final da atividade, apenas Carlos Sainz, da McLaren, não havia feito tempo por conta de problemas de motor.

Leclerc tomou a segunda posição de Albon restando cinco minutos para o encerramento da atividade, mas ainda aparecia 0s254 atrás de Verstappen. A sessão foi para os minutos finais com Kubica, Russell, Stroll e Hülkenberg entre os eliminados, além de Sainz, que tinha problemas no carro. Em boa atuação, Gasly avançou para o oitavo lugar na parte final da sessão.

Hülkenberg avançou ao décimo lugar em sua última volta, garantindo vaga para o Q2, o que não aconteceu com Kvyat, Stroll, Russell e Kubica, além de Sainz, que teve problemas com o carro. Verstappen ficou com o melhor tempo, sendo seguido por Leclerc e Albon.

Q2

A segunda rodada da classificação começou com os pilotos permanecendo nos boxes por quase três minutos. Assim, os primeiros a visitarem a pista foram Hamilton e Bottas, ambos da Mercedes. Pouco depois, outros pilotos também deixaram os boxes para fazerem suas voltas rápidas. Com os pneus macios, Hamilton marcou 1min08s088, sendo o primeiro a registrar volta.

Leclerc tomou a ponta com a Ferrari equipada com pneus médios, mas logo foi batido por Verstappen, que marcou 1min07s503 usando os macios. Vettel, com os macios, avançou para o terceiro lugar. Os pilotos retornaram aos boxes e por lá ficaram por alguns instantes, até saírem de volta à pista nos três minutos finais. Neste momento, os eliminados eram Norris, Ricciardo, Giovinazzi, Pérez e Hülkenberg.

Os pilotos tentaram melhorar seus tempos, mas nenhum deles conseguiu. Giovinazzi chegou a rodar, dando adeus a classificação. Assim, a lista dos dez classificados para a fase final da classificação ficou formada por Verstappen, Leclerc, Vettel, Hamilton, Albon, Bottas, Grosjean, Gasly, Magnussen e Räikkönen.

Q3

A fase final da classificação começou com os pilotos demorando dois minutos para deixar os boxes. Grosjean foi o primeiro a marcar volta, mas com um alto 1min09s484. Hamilton tomou a dianteira com 1min07s861, logo sendo batido por Vettel, com 1min07s631. Verstappen, então, foi para a ponta com 1min07s623 com a Red Bull, enquanto Leclerc passou para terceiro. Apenas Magnussen não registrou tempo na primeira saída.

Os pilotos voltaram aos boxes para receber pneus novos, e voltaram à pista restando 1min30s para o encerramento da classificação. Verstappen melhorou para 1min07s508, garantindo a pole position. Vettel e Hamilton completaram o top-3.