Card image
Competições
Novato na F1, Sette Câmara fala de conselho dado por Alonso

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 09/11/2018
  • Atualizado: 27/03/2019 às 9:48
  • Por: Leonardo Marson

Novo contratado pela McLaren para a função de piloto de desenvolvimento, Sérgio Sette Câmara tem aproveitado para receber conselhos de Fernando Alonso, bicampeão mundial de Fórmula 1 e que faz suas últimas aparições na categoria neste final de ano. Apesar do pouco tempo de trabalho no time de Woking, o brasileiro revelou nesta quinta-feira (8), em entrevista realizada no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP), interagir com os membros da equipe, participando inclusive de ações promocionais.

LEIA MAIS:
Vandoorne se mostra empolgado com ida à Fórmula E
Na McLaren, Sette Câmara fala relembra tempos de academia da Red Bull
Gil de Ferran mira otimização de trabalho na McLaren
De saída da Fórmula 1, Ericsson se vê “por muito tempo” na Indy

“O Fernando é uma pessoa muito ocupada, e está nas corridas. Eu estou no final de semana de corrida, e ele está trabalhando. Ontem, a gente fez uma produção de conteúdo, e uma das perguntas era um conselho que eu pediria a ele. Pedi um conselho e, apesar de ser filmado, ele foi sincero, respondeu de forma legal, e é sempre bom escutar isso de alguém que respeito tanto e que teve uma carreira de sucesso”, disse Sette Câmara, que só depois revelou qual foi o conselho.

“Minha pergunta era ‘como é ser considerado há tantos anos um piloto de ponta, um dos melhores da Fórmula 1, com tantas viagens e compromissos’. E ele disse que está sempre cansado, mas que a força de, mesmo assim, fazer o seu trabalho, e seguir trabalhando. Ele falou também da parte de relacionamento com a equipe, que eu achei muito importante também”, explicou Sette Câmara.

“Eu ainda não conheço a Fórmula 1 direito. Numa equipe de Fórmula 2, eu tenho 12 pessoas trabalhando comigo, um número bem reduzido. Mas acredito que isso faz muito sentido. Aqui na Fórmula 1, trabalhando com um número de pessoas muito maior, o relacionamento é muito importante”, completou o mineiro.

Diretor esportivo da McLaren, Gil de Ferran destacou a importância da interação entre os pilotos do time inglês. “A única coisa que eu posso fazer é incentivar a colaboração, a abertura entre pilotos e engenheiros, pois, sem essa colaboração, a gente não consegue trazer o conhecimento de cada um para o todo, e a gente não consegue andar para frente”, disse o dirigente do time de Woking.

Foto: Beto Issa/GP Brasil