Card image
Competições
Nasr e Derani vencem a Petit Le Mans. Montoya é campeão do IMSA

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 14/10/2019
  • Atualizado: 14/10/2019 às 12:18
  • Por: Leonardo Marson

Felipe Nasr e Pipo Derani venceram nesse sábado (12) a Petit Le Mans, prova que encerrou a temporada da IMSA em Road Atlanta. A dupla, que teve a companhia de Eric Curran para a maratona de dez horas, optou por uma estratégia de paradas nos boxes diferente, e contou com um Safety Car para entrar na briga pela vitória na hora final da prova, conseguindo o triunfo com um Cadillac DPi da equipe Action Express. O título da temporada ficou com Juan Pablo Montoya e Dane Cameron, dupla da Penske.

Petit Le Mans
Felipe Nasr e Pipo Derani se tornaram os primeiros brasileiros a vencerem a Petit Le Mans desde Oswaldo Negri, em 2016. (Foto: José Mário Dias)

Ao longo da prova, Nasr, Derani e Curran sempre se mantiveram entre os líderes, mas passaram a aumentar o ritmo nas últimas quatro horas. Como abriam a janela de paradas, o trio sempre perdia posições, tendo que recuperá-las na sequência. A neutralização ocorrida na hora final colocou o trio na briga, e Derani superou Matthieu Vaxiviére, da Wayne Taylor Racing, para vencer a prova. Foi o primeiro triunfo brasileiro na corrida desde 2016, quando Oswaldo Negri triunfou ao lado de Oliver Pla e John Pew.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

A segunda posição ficou com o trio do Cadillac DPi da WTR, que contou além de Vaxiviére, com Jordan Taylor e Renger van der Zande, pilotos que venceram no início do ano as 24 Horas de Daytona ao lado de Fernando Alonso e Kamui Kobayashi. Outro brasileiro, Helio Castroneves, terminou em terceiro ao lado de Ricky Taylor e Graham Rahal, pilotando um Acura DPi da Penske.

LEIA MAIS:
Brasileiros pontuam para o Capacete de Ouro na Petit Le Mans

Precisando apenas de um oitavo lugar para conquistar o primeiro título na IMSA, Juan Pablo Montoya, que teve como companheiro ao longo do ano Dane Cameron, fechou a corrida na quarta colocação com o outro protótipo da Penske. Em Road Atlanta, o colombiano ainda teve como companheiro Simon Pagenaud. O top-5 foi completado por Simon Trummer, Stephen Simpson e Chris Miller, com um Cadillac da JDC-Miller.

Na classe GT Le Mans, nova vitória brasileira, esta obtida por Daniel Serra, que correu ao lado de James Calado e Alessandro Pier Guidi em uma Ferrari 488 GTE da Risi Competizione. Ryan Briscoe, Richard Westbrook e Scott Dixon, com um Ford GT da Chip Ganassi, terminaram na segunda posição, enquanto Tom Blomqvist, Connor de Phillippi e Colton Herta, que aceleraram um BMW M8 GTE da equipe de fábrica, foram os terceiros.

Pela GT Daytona, Bill Auberlen, Robby Foley e Dillon Machavern foram os vencedores com um BMW M6 GT3, ao se beneficiarem do abandono de Felipe Fraga, Ben Keating e Jeroen Bleekemolen na última volta. Christopher Mies, Richard Feller e Daniel Morad, com um Audi R8 LMS GT3, foram os segundos, enquanto Scott Hargrove, Zacharie Robichon e Lars Kern, com um Porsche 911 GT3 R, terminaram com a terceira posição.

Mesmo com o abandono na última volta, a tripulação do Mercedes AMG GT3 de Fraga ficou com a quarta posição. Já Bia Figueiredo, que correu ao lado de Katherine Legge e Christina Nielsen em um Acura NSX GT3, terminou a prova na sétima colocação dentro da categoria. Ambos os brasileiros terminaram a corrida com uma volta de desvantagem para os líderes.