Card image
Competições
Márquez vence na Tailândia e é campeão da MotoGP

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 06/10/2019
  • Atualizado: 06/10/2019 às 4:57
  • Por: Leonardo Marson

Marc Márquez conquistou o sexto título da MotoGP, e o oitavo no Mundial de Motovelocidade neste domingo (6), ao vencer o Grande Prêmio da Tailândia, 15ª etapa da temporada 2019. O piloto da Honda passou toda a corrida pressionando Fabio Quartararo, e deu o bote na última volta. O espanhol ainda precisou dar o “X” no rival da SIC Yamaha na última curva para vencer pela nona vez no ano.

Marc Márquez
Márquez superou Quartararo na última volta, e venceu pela nona vez na temporada. (Foto: MotoGP)

Márquez, agora, se torna o terceiro maior campeão da “categoria rainha” do Mundial de Motovelocidade, com um título a menos que Valentino Rossi, e dois a menos que Giacomo Agostini. O espanhol ainda alcançou o quarto título seguido na principal divisão do campeonato, e o sexto título nos últimos sete anos.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

A segunda posição terminou com Quartararo, que lamentou muito perder a prova para Márquez ao cruzar a linha de chegada. O piloto da SIC Yamaha terminou 0s171 atrás do vencedor, enquanto Maverick Viñales, da Yamaha, completou a corrida em terceiro. Andrea Dovizioso fez uma prova discreta com a Ducati, e terminou em quarto, sendo seguido por Alex Rins, da Suzuki.

LEIA MAIS:
Marini dispara no início e vence na Tailândia pela Moto2
Moto3: Arenas impede ataque de Dalla Porta e vence na Tailândia

Franco Morbidelli, companheiro de Quartararo na SIC Yamaha, terminou a corrida em sexto, sendo seguido por Joan Mir, piloto da Suzuki. Valentino Rossi fechou a prova na oitava posição com a Yamaha, enquanto Danilo Petrucci, com a outra Ducati oficial, foi apenas o nono. A lista dos dez primeiros foi completada por Takaaki Nakagami, piloto da LCR Honda.

A próxima etapa da MotoGP será disputada daqui dois domingos, com a realização do Grande Prêmio do Japão, marcado para o circuito de Motegi.

Confira como foi a corrida

Antes de a largada acontecer, a moto de Jack Miller apagou, e ele recolheu para os boxes. Quando a corrida foi autorizada, Fabio Quartararo manteve a primeira posição, enquanto Marc Márquez avançou para segundo, sendo seguido por Maverick Viñales. Andrea Dovizioso fez boa partida, saindo da sétima para a quarta posição, enquanto Franco Morbidelli caiu para quinto.

Márquez partiu para o ataque sobre Quartararo, e conseguiu a ultrapassagem, mas perdeu o ponto de frenagem, permitindo o “X” do francês. Viñales vinha próximo dos dois líderes, enquanto Dovizioso já aparecia mais distante do piloto da Yamaha. Mais atrás, Valentino Rossi fez a ultrapassagem sobre Joan Mir, assumindo a sexta colocação na terceira volta. Mika Kallio, por sua vez, caiu com a KTM, abandonando a corrida.

Com seis voltas completadas, Márquez abriu 1s5 para Viñales, podendo se concentrar na disputa pela liderança com Quartararo, que marcou a melhor volta da corrida. Alex Rins, por sua vez, deixou Mir para trás, tomando a sétima colocação. Dovizioso, por sua vez, não conseguia se aproximar de Viñales, mas também impedia um ataque de Morbidelli, o quinto colocado.

Quartararo começou a abrir vantagem sobre Márquez, chegando a 0s7 no complemento da nona volta da corrida. Rins assumiu a sexta posição ao superar Rossi, que acabou ultrapassado também por Mir na décima volta. Com 14 voltas para o encerramento da corrida, Márquez voltou a se aproximar de Quartararo, buscando atacar o francês da SIC Yamaha.

Com a disputa entre os dois líderes, Viñales passou a descontar a diferença para os ponteiros, aparecendo 2s5 atrás com 12 voltas para o final. Mais atrás, Rins entrou no top-5 da prova ao ultrapassar Morbidelli. Márquez se aproximou mais uma vez de Quartararo no miolo do circuito quando restavam dez voltas para o final, sem conseguir buscar a ultrapassagem.

Com um ritmo forte, Rins passou a se aproximar de Dovizioso, que ocupava a quarta posição, enquanto Aleix Espargaró abandonou com problemas na Aprilia. Márquez seguiu pressionando Quartararo, que mantinha a liderança da prova, enquanto Viñales já não conseguia mais descontar a vantagem dos dois primeiros colocados no circuito tailandês.

Há quatro voltas para o final, Márquez tentou o bote sobre o rival da SIC, mas espalhou na curva. O espanhol da Honda seguiu atacando, mas viu Quartararo se defender com habilidade, mantendo a primeira posição. Viñales, por sua vez, voltou a se aproximar dos dois líderes, cortando a vantagem para 1s6 restando três voltas para o encerramento da corrida.

Na abertura da última volta, Márquez conseguiu a ultrapassagem sobre Quartararo, tomando a primeira posição. O espanhol ainda teve que se defender de um último ataque do francês, que chegou a superá-lo na última curva, mas tomou a resposta do piloto da Honda, que seguiu para vencer e sagrar-se hexacampeão da MotoGP.