Card image
Competições
Márquez supera Quartararo na volta final e vence em Misano

4 Minutos de leitura

  • Publicado: 15/09/2019
  • Atualizado: 15/09/2019 às 9:57
  • Por: Leonardo Marson

Marc Márquez venceu neste domingo (15) o Grande Prêmio de San Marino e da Riviera de Rimini, disputada no Misano World Circuit Marco Simoncelli, na Itália. O piloto da Honda esteve atrás de Fabio Quartararo por praticamente toda a corrida, mas conseguiu a ultrapassagem na volta final, garantindo a 77ª vitória no Mundial de Motovelocidade, se tornando o quarto maior vencedor da história.

Marc Márquez
Marc Márquez venceu pela sétima vez na temporada. (Foto: MotoGP)

A disputa se estendeu até a volta final, quando o espanhol superou Quartararo na curva um, perdendo a ponta alguns metros mais tarde. Pouco depois, Márquez recuperou a ponta, mas o francês tentou usar o melhor desempenho no Curvone Veloce para se aproximar e buscar um ataque na curva 14, sem sucesso. Melhor para o piloto da Honda, que garantiu mais uma vitória.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!

Quartararo terminou a prova na segunda posição com a Yamaha da SIC, nove décimos atrás de Márquez, enquanto Maverick Viñales, que largou da pole position, terminou em terceiro com a Yamaha oficial, sendo seguido por Valentino Rossi, seu companheiro de equipe. O grupo dos cinco primeiros foi completado por Franco Morbidelli, parceiro de Quartararo na SIC.

LEIA MAIS:
Fernández bate DiGiannantonio no fim e vence na Moto2 em Misano
Suzuki impede ataque de McPhee e vence em Misano na Moto3
Ferrari fecha etapa de Misano da MotoE com nova vitória

Em corrida tímida, Andrea Dovizioso terminou a corrida na sexta colocação com a Ducati, enquanto Pol Espargaró levou a KTM ao sétimo lugar, depois de largar em segundo. Joan Mir, da Suzuki, acabou a prova em oitavo, enquanto Jack Miller, com uma Ducati da Pramac, foi o nono. A lista dos dez primeiros foi completada por Danilo Petrucci, da Ducati.

A temporada da MotoGP segue no próximo domingo (22), quando será disputado o Grande Prêmio de Aragón, prova que acontece no MotorLand, autódromo localizado na cidade espanhola de Alcañiz.

Confira como foi a corrida

A largada teve Maverick Viñales mantendo a liderança nos metros iniciais, sendo seguido por Fabio Quartararo e Franco Morbidelli, companheiros na SIC. Marc Márquez tomou a quarta posição, enquanto Pol Espargaró despencou para o quinto lugar com a KTM. Ainda no giro inicial, o espanhol da Honda deixou o italiano da SIC para trás, tomando o terceiro posto.

Quartararo se manteve próximo de Viñales, e conseguiu a ultrapassagem sobre o espanhol da equipe oficial da Yamaha na terceira volta, no Curvone Veloce, a curva mais rápida da MotoGP. No giro seguinte, foi a vez de Márquez deixar Viñales para trás, assumindo a segunda colocação. Mais atrás, Takaaki Nakagami caiu na curva dez, conseguindo retornar pouco depois.

No pelotão intermediário, Alex Rins cometeu um erro e acabou ultrapassado por Valentino Rossi e Andrea Dovizioso, caindo para a oitava posição. Na frente, Márquez começou a se aproximar de Quartararo, que mantinha a diferença na casa de meio segundo para o líder do campeonato. O piloto da Honda, por sua vez, já carregava uma vantagem de 1s8 para Viñales.

Rossi entrou no grupo dos cinco primeiros ao superar Pol Espargaró na sétima volta, enquanto Márquez chegou em Quartararo, começando a atacar o francês pela liderança da corrida. Outro que caiu foi Miguel Oliveira, que tombou na curva quatro do circuito de Misano, retornando à prova pouco depois. Dovizioso, por sua vez, superou Pol Espargaró, ganhando a sexta colocação.

Na 12ª volta, Francesco Bagnaia caiu na curva quatro, deixando a corrida, enquanto Rossi seguiu pressionando Morbidelli pela quarta colocação, em situação idêntica a de Rins em relação a Pol Espargaró, em disputa pelo sétimo posto. O piloto da Suzuki fez a ultrapassagem no 15º giro. Já Jorge Lorenzo seguia em má atuação, aparecendo somente em 17º.

Rins foi punido com a volta longa por levar vantagem após um corte de pista, mas o piloto da Suzuki caiu logo na sequência, abandonando a disputa. Com 11 voltas para o final, Rossi tentou a ultrapassagem sobre Morbidelli, mas o piloto da SIC conseguiu dar o X no “Doutor”, mantendo o quarto lugar. No giro seguinte, o veterano finalmente obteve a ultrapassagem.

Viñales voltou a se aproximar dos líderes da prova, cortando a diferença de Márquez para dois segundos. O espanhol da Honda seguia próximo de Quartararo, mas sem tentar a ultrapassagem quando restavam oito voltas para o encerramento da corrida. Rossi, por sua vez, não conseguia se aproximar do companheiro de equipe, e era pressionado por Morbidelli.

Michele Pirro abandonou a prova restando cinco voltas para o encerramento da prova com problemas na Ducati, enquanto Cal Crutchlow caiu na curva oito, deixando a corrida. O primeiro ataque real de Márquez veio restando três voltas, mas Quartararo manteve a liderança, enquanto Viñales buscava de todas as formas se aproximar dos dois para lutar também pela vitória.

Márquez conseguiu a ultrapassagem na abertura da última volta, mas Quartararo retomou a liderança metros depois. O espanhol da Honda retomou a dianteira no segundo setor, e o francês buscou a manobra na curva 14, sem sucesso. Melhor para Márquez, que seguiu para vencer.