Card image
Competições
Marini dispara no início e vence na Tailândia pela Moto2

4 Minutos de leitura

  • Publicado: 06/10/2019
  • Atualizado: 06/10/2019 às 3:08
  • Por: Leonardo Marson

Luca Marini venceu na madrugada deste domingo (6) a 15ª etapa da temporada 2019 da Moto2, disputada no Circuito de Chang, na Tailândia. O piloto da VR46 tomou a ponta ainda nas voltas iniciais, deixando Alex Márquez para trás, e disparou na liderança, se aproveitando do ritmo pior do líder do campeonato, que segurou os rivais por muitas voltas, permitindo que o italiano abrisse vantagem para vencer pela primeira vez no ano.

Luca Marini
Marini assumiu a liderança ainda no início da prova, e não foi mais incomodado pelos rivais. (Foto: MotoGP)

A segunda posição ficou com Brad Binder, que travou ótima batalha com Iker Lecuona, conseguindo a ultrapassagem na última curva da 24ª e última volta, impondo ao rival a terceira posição, completando o pódio. Augusto Fernández completou a corrida na quarta colocação, enquanto Alex Márquez, líder do campeonato, fechou a lista dos cinco primeiros, após segurar o ritmo de Lecuona por boa parte da corrida.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

Jorge Martín completou a corrida na sexta colocação, terminando à frente de Tom Lüthi, sétimo melhor da prova na Tailândia. Nicolò Bulega ficou com a oitava colocação ao final das 24 voltas, e foi seguido por Somkiat Chantra, piloto que correu em casa e que provocou grande vibração dos torcedores que compareceram ao autódromo em Buriram. Marco Bezzecchi completou a lista dos dez primeiros.

LEIA MAIS:
Moto3: Arenas impede ataque de Dalla Porta e vence na Tailândia

A próxima etapa da Moto2 será disputada daqui dois domingos, com a realização da etapa do Japão, marcada para o circuito de Motegi.

Confira como foi a corrida

A corrida começou com Tetsuta Nagashima superando Alex Márquez nos metros iniciais, mas errando a frenagem da primeira curva, permitindo a retomada da liderança por parte do espanhol. Luca Marini avançou para a terceira posição, sendo seguido por Remy Gardner e Jorge Martín. O atual campeão da Moto3 ainda foi superado por Augusto Fernández e por Iker Lecuona, recuando para sétimo.

Marini deixou Nagashima para trás, tomando a segunda posição, passando a atacar Márquez pela liderança da corrida. Os dois abriram vantagem em relação ao terceiro colocado da prova, e o italiano superou o espanhol pouco depois. Ekky Pratama, por sua vez, foi punido com um Ride Through por queima de largada. Na terceira volta, Joe Roberts caiu na curva um do circuito tailandês, abandonando a disputa.

Na quinta volta, Brad Binder, que vinha na quinta posição, passou a brigar pelo quarto posto com Gardner, conseguindo a ultrapassagem. Nagashima, por sua vez, despencou para a 11ª colocação. Sem conseguir acompanhar o ritmo de Marini, Márquez viu Lecuona se aproximar rapidamente, passando a brigar pela segunda posição da corrida em Buriram.

Stefano Manzi caiu na curva cinco na sexta volta de corrida, enquanto Lecuona partiu para cima de Márquez, permitindo a aproximação de Brad Binder, o quarto colocado. Jorge Navarro, que largou da 21ª posição, aparecia na sétima volta em 15º. Lorenzo Baldassarri foi outro que abandonou a corrida após uma queda, tombando na curva 12 na nona volta.

Sem ter quem o pressionasse, Marini abriu 1s7 em relação a Márquez na abertura da décima volta, enquanto o espanhol seguia muito pressionado por Lecuona e por Binder, que chegou nos dois. Vierge foi outro a encontrar o chão, abandonando a disputa na curva cinco na 11ª volta. Com a disputa pela segunda posição, Augusto Fernández foi outro a chegar na briga.

Lecuona cometeu um erro na 13ª volta e permitiu a Márquez abrir uma vantagem pequena na segunda posição, que durou apenas algumas curvas. Restando dez voltas para o final, Lecuona conseguiu a ultrapassagem, mas o líder do campeonato conseguiu retomar a segunda posição alguns metros depois. Com dez voltas para o final, o piloto da Marc VDS perdeu não só a segunda, mas também a terceira posição para Binder.

Com nove voltas para o final, Márquez deixou Binder para trás, recuperando a terceira posição. No complemento do giro, o sul-africano conseguiu a ultrapassagem, e Fernández quase caiu ao tentar superar o líder do campeonato. O espanhol da Pons não desistiu e seguiu atacando o rival da Marc VDS, sem sucesso. Na frente, Marini seguiu tranquilo na liderança.

Sam Lowes caiu quando restavam seis voltas para o encerramento da corrida, abandonando a disputa. Fernández, por sua vez, tomou a quarta posição de Márquez, restando quatro voltas, mas o líder do campeonato recuperou a posição na curva 12. Lecuona precisou conter um ataque de Binder quando restavam três voltas para o final da prova.

Fernández tomou a quarta posição novamente com três giros para o final, impondo a Márquez o quinto lugar. O piloto da Pons avançou rapidamente e se aproximou de Binder, que foi para a ultrapassagem sobre Lecuona na última curva, terminando em segundo, atrás apenas de Marini, que venceu pela primeira vez na temporada.