Card image
Competições
F1 terá novo regulamento de motor em 2017

1 Minuto de leitura

  • Publicado: 29/04/2016
  • Atualizado: 27/03/2019 às 9:57
  • Por: admin

<p><img alt="Custos menores deverão ajudar equipes como a Manor" height="467" src="/wp-content/uploads/uploads/sut_chinese_grand__13433682_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>Visando reduzir custos das unidades de potência e aumentar a competitividade da Fórmula 1, a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) confirmou nesta sexta-feira (29) um novo regulamento de motores para a próxima temporada. As regras foram aprovadas pelo Conselho Mundial de Automobilismo, após serem ratificadas pela comissão da categoria.</p>

<p><strong>LEIA MAIS:<br />
<a href="http://www.motorpress.com.br/racing/formula-1/f1-formula-1/vettel-lamenta-problema-com-a-ferrari/" target="_blank"><span style="color:#FF0000;">Vettel lamenta problema com a Ferrari</span></a><br />
<a href="http://www.motorpress.com.br/racing/formula-1/f1-formula-1/ricciardo-aprova-uso-do-aeroscreen/" target="_blank"><span style="color:#FF0000;">Ricciardo aprova uso do aeroscreen</span></a><br />
<a href="http://www.motorpress.com.br/racing/formula-1/f1-formula-1/hamilton-domina-tl2-em-sochi/" target="_blank"><span style="color:#FF0000;">Hamilton domina TL2 em Sochi</span></a><br />
<a href="http://www.motorpress.com.br/racing/formula-1/f1-formula-1/rosberg-bate-hamilton-por-0s7-e-lidera-tl1-em-sochi" target="_blank"><span style="color:#FF0000;">Rosberg bate Hamilton por 0s7, e lidera TL1 em Sochi</span></a></strong></p>

<p>Através de comunicado à imprensa, a FIA alega também que as novas regras possuem o apoio dos chefes das equipes de Fórmula 1, e também de Bernie Ecclestone, principal dirigente da categoria. A partir de 2018, as equipes poderão utilizar apenas três motores por temporada, ante quatro do regulamento atual.</p>

<p>Os motores terão uma redução de valor tanto para as equipes que precisam comprar a peça, tanto para os fabricantes. Já para o ano que vem, as unidades de força terão seu valor reduzido em um milhão de euros por temporada em relação ao custo atual. Para 2018, a economia será de três milhões de euros por ano.</p>

<p>As equipes clientes de motores terão garantidos os equipamentos, uma vez que no processo de homologação será necessário a inclusão de uma cláusula obrigando ao fabricante a fornecer para outras equipes. O sistema de tokens será removido, fazendo com que cada fabricante possa fazer o desenvolvimento de seus motores à vontade. O som do ronco dos motores também será maior.</p>