Card image
Competições
F1 divulga calendário com 21 etapas para 2016

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 13/07/2015
  • Atualizado: 27/03/2019 às 9:58
  • Por: admin

<p>Início em abril, 21 corridas e a estreia de um novo circuito. Assim será a Fórmula 1 em 2016, de acordo com o calendário provisório divulgado pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA) nesta sexta-feira (10), durante o Conselho Mundial da entidade, realizado na Cidade do México. O campeonato será aberto no dia 3 de abril, com o Grande Prêmio da Austrália, e terminará em 27 de novembro, com o GP de Abu Dhabi.</p>

<p>Para chegar ao total de 21 corridas, o calendário contará com o retorno do Grande Prêmio da Alemanha, previsto para 31 de julho, e a estreia do circuito de rua de Baku, no Azerbaijão, que sediará o GP da Europa. A rodada brasileira, disputada no autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP), segue como a penúltima do ano, e acontecerá no dia 13 de novembro.</p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">Outra mudança importante no calendário envolve as etapas da Rússia e da Malásia. A corrida em Sochi deixa a parte final do campeonato e passa a abrir a temporada europeia, sendo disputada no dia primeiro de maio. Já a corrida em Sepang passa para a parte final, sendo a 16ª etapa, a ser realizada no dia 25 de setembro. O GP da Itália, em Monza, segue no calendário, limando a possibilidade de deixar a categoria.</span></p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">Desta forma, o campeonato contará com suas três primeiras etapas na Ásia e Oceania, seguindo para três corridas na Europa. Após a passagem pelo Canadá, a Fórmula 1 volta ao velho continente, onde realiza mais sete corridas em sequência. Uma segunda rodada pela Ásia terá mais três corridas, quando a temporada irá para a América, com provas nos Estados Unidos, México e Brasil. O encerramento será na Ásia.</span></p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">Confira o calendário provisório de 2016:</span></p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">3 de abril – Austrália</span></p>

<p>10 de abril – China</p>

<p>24 de abril – Bahrein</p>

<p>1º de maio – Rússia</p>

<p>15 de maio – Espanha</p>

<p>29 de maio – Mônaco</p>

<p>12 de junho – Canadá</p>

<p>26 de junho – Reino Unido</p>

<p>3 de julho – Áustria</p>

<p>17 de julho – Azerbaijão</p>

<p>31 de julho – Alemanha</p>

<p>7 de agosto – Hungria</p>

<p>28 de agosto – Bélgica</p>

<p>4 de setembro – Itália</p>

<p>18 de setembro – Cingapura</p>

<p>25 de setembro – Malásia</p>

<p>9 de outubro – Japão</p>

<p>23 de outubro – Estados Unidos</p>

<p>30 de outubro – México</p>

<p>13 de novembro – Brasil</p>

<p>27 de novembro – Abu Dhabi</p>