Card image
Competições
Canet vence de forma dominante em Aragón na Moto3

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 22/09/2019
  • Atualizado: 22/09/2019 às 7:17
  • Por: Leonardo Marson

Arón Canet venceu na manhã deste domingo (22) a etapa de Aragón da Moto3. O espanhol, que corre com uma KTM preparada pela equipe Max, dominou completamente as 19 voltas da corrida disputada no MotorLand, autódromo localizado em Alcañiz, na Espanha, abriu grande diferença para os rivais a partir da metade da prova, e garantiu sua terceira vitória no ano.

Arón Canet
Canet venceu pela terceira vez na atual temporada. (Foto: MotoGP)

A segunda posição terminou com Ai Ogura, que precisou batalhar por este posto ao longo da corrida, travando ótimo duelo com Dennis Foggia nas voltas finais, relegando o italiano ao terceiro lugar. John McPhee completou a corrida em Aragón na quarta colocação, enquanto Alonso López completou o grupo dos cinco melhores na prova que fechou a temporada europeia da categoria.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

Ayumu Suzuki fechou a corrida na sexta posição, sendo seguido por Sergio García, que fez grande prova de recuperação, saindo da 29ª colocação para alcançar o sétimo posto. Albert Arenas completou na oitava posição, sendo seguido por Gabriel Rodrigo. A lista dos dez primeiros no MotorLand foi completada por Lorenzo dalla Porta, que esteve fora do top-15 na maior parte do tempo, avançando na metade final.

LEIA MAIS:
Márquez destrói concorrência e crava a pole em Aragón

Após a disputa da etapa de Aragón, a liderança da Moto3 segue nas mãos de Lorenzo dalla Porta, que agora soma 185 pontos, apenas três a mais em relação a Arón Canet, segundo com 182. Tony Arbolino é o terceiro com 154, enquanto John McPhee é o quarto, somando 128 pontos.

A próxima etapa da Moto3 acontece no dia 6 de outubro, quando será realizada a etapa da Tailândia, marcada para o circuito de Chang, em Buriram.

Confira como foi a corrida

A corrida começou com Arón Canet mantendo a primeira colocação, seguido por Ai Ogura, que também seguiu em segundo. Alonso López avançou para terceiro, sendo seguido por Jakub Kornfeil e Celestino Vietti. Participando como wildcard, Carlos Tatay caiu para a oitava colocação. Pouco depois, foi a vez de Tony Arbolino avançar para a quinta posição.

López assumiu a segunda colocação na abertura da segunda volta, tomando a terceira posição. Jaume Masuà caiu na curva 15, abandonando a corrida, enquanto Canet passou a ser pressionado por López, que buscou a liderança da prova, mas acabou superado novamente por Ogura, despencando para a terceira posição no complemento do segundo giro.

Kornfeil cometeu um erro na quarta volta, e caiu para a quinta posição, sendo ultrapassado por Arbolino. Na frente, as atenções se voltavam para López, que pressionava Ogura e Canet, os dois primeiros colocados, conseguindo a ultrapassagem sobre o japonês na abertura do quinto giro da prova. Já Lorenzo dalla Porta seguia mal, aparecendo somente na 16ª posição.

Arbolino pulou para a segunda posição na volta 6, ficando atrás apenas de Canet, enquanto John McPhee subiu para a terceira colocação. Marcos Ramírez abandonou a prova com uma queda na curva cinco do circuito localizado em Alcañiz. Quem começou a aparecer na corrida foi Ayumu Suzuki, que assumiu a quarta posição na sétima volta, ganhando pouco depois mais duas posições, pulando para segundo.

Na oitava volta, López voltou ao segundo lugar da prova, sendo seguido por Suzuki, Arbolino e McPhee, enquanto Canet mantinha a liderança com uma folga de um segundo. Suzuki retornou ao segundo lugar, enquanto Arbolino também deixou López para trás, assumindo a terceira colocação. Na volta seguinte, foi a vez de Ai Ogura voltar ao segundo lugar.

Canet abriu três segundos de frente para Ogura na décima volta, enquanto Dalla Porta, vindo de trás, avançou para a 12ª colocação, aparecendo em seu melhor momento na corrida. Com sete voltas para o final da corrida, Dennis Foggia apareceu na quinta posição, após superar Albert Arenas. Pouco depois, Suzuki passou por López para tomar a terceira colocação.

Restando três voltas para o final, Foggia e López se tocaram, mas se mantiveram nas posições, com o espanhol aparecendo na terceira posição por algumas curvas, já que o italiano avançou para este posto. Mais atrás, Vietti ganhou a 11ª colocação ao aproveitar uma disputa entre Kornfeil e Dalla Porta.

Foggia ganhou a segunda posição de Ogura na penúltima volta, mas viu o japonês recuperar este posto pouco depois. O italiano, porém, se mostrou mais rápido nos trechos de alta velocidade, mas não conseguiu se sustentar em segundo, sendo superado por Ogura nos metros finais. Na frente, Canet seguiu para vencer com facilidade no circuito de Aragón.