Card image
Competições
Campos vence corrida 1 da Stock Car em Santa Cruz do Sul

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 21/07/2019
  • Atualizado: 21/07/2019 às 11:52
  • Por: Leonardo Marson

Julio Campos venceu a primeira corrida da quinta etapa da Stock Car, disputada no Autódromo de Santa Cruz do Sul (RS). O piloto da Prati-Donaduzzi largou da pole position na prova disputada neste domingo (21), e se manteve na liderança por praticamente toda a prova, exceção feita para o momento em que o paranaense foi aos boxes. É a primeira vitória do piloto do carro número 4 na atual temporada da categoria nacional.

Julio Campos
Campos largou da pole position e venceu pela primeira vez na temporada. (Foto: Duda Bairros)

A segunda posição ficou com Daniel Serra, piloto da Eurofarma RC que pressionou Campos na primeira parte da corrida, sem conseguir a ultrapassagem. O pódio foi completado por Átila Abreu, que se beneficiou de um incidente com Thiago Camilo, que teve o motor estourado, e a rodada de outros rivais por conta do óleo deixado pelo carro da Ipiranga, para terminar em terceiro com o carro da Shell V-Power.

Max Wilson terminou em quarto com o equipamento da Eurofarma RCM, depois de tentar superar, sem sucesso, Átila nas voltas finais. Ricardo Zonta, da Shell V-Power, foi o quinto, seguido por Galid Osman, da Shell Helix Ultra. Cacá Bueno levou o carro da Cimed Racing ao sétimo lugar, sendo seguido por Bruno Baptista, oitavo com a RCM. Rubens Barrichello, da Full Time, foi o nono, enquanto Lucas Foresti, da Vogel, fechou o grupo dos dez melhores.

A corrida foi marcada por uma entrada do Safety Car, provocada por Thiago Camilo, que ao ver seu carro estourar o motor, deixou óleo na pista, causando acidentes com Felipe Fraga, Gabriel Casagrande, Ricardo Maurício e Valdeno Brito. Foram quatro voltas em bandeira amarela até que a pista fosse limpa e os carros fossem retirados.

A segunda corrida da quinta etapa da Stock Car acontece logo mais, a partir das 12h, também com transmissão dos canais Sportv.

Confira como foi a corrida

A corrida começou às 11h com Julio Campos mantendo a primeira colocação após sofrer um ataque de Thiago Camilo, que acabou ultrapassado por Daniel Serra, caindo para a terceira posição. Felipe Fraga apareceu na quarta colocação após superar, Gabriel Casagrande, que caiu para o quinto lugar. Mais atrás, Ricardo Zonta escapou da pista, mas seguiu na prova.

Após algumas voltas perseguindo Campos, Serra tentou o ataque sobre o rival usando o botão de ultrapassagem, sem conseguir a manobra. Valdeno Brito e Ricardo Maurício começaram a duelar por posições, com o paraibano da Prati-Donaduzzi levando a melhor. Pouco depois, Thiago Camilo abandonou a disputa por uma quebra de motor. O óleo na pista fez Fraga, Casagrande, Valdeno e Maurício rodarem, e o Safety Car foi acionado.

A corrida ficou neutralizada por quatro voltas, e, na relargada, Campos seguiu líder, sempre pressionado por Serra. Ricardo Zonta e Átila Abreu, companheiros de equipe Shell V-Power, foram os que mais se beneficiaram do incidente, avançando para a terceira e a quarta posições, respectivamente. Max Wilson, da Eurofarma RCM puou para a quinta colocação.

A janela de paradas nos boxes foi aberta na volta 12 e, um giro depois, Zonta e Cacá Bueno fizeram a troca de pneus e o reabastecimento. No giro seguinte, Serra foi para a parada, enquanto Campos veio aos boxes uma volta depois, mantendo a posição em relação ao vice-líder do campeonato. Átila assumiu a liderança da prova, mas sem ter feito o pit stop.

Átila foi aos boxes na volta 16, em atitude seguida por Max e por Galid Osman. Rubens Barrichello partiu para a troca de pneus e reabastecimento na passagem seguinte. Após as paradas nos boxes, o grupo dos cinco primeiros apontava Campos na liderança, seguido por Serra, Átila, Max e Zonta.

A prova seguiu para o final com Max Wilson buscando aproximação sobre Átila Abreu, em disputa pela terceira colocação, sem conseguir a ultrapassagem. Na frente, Serra tentou um último ataque sobre Campos, que seguiu para a vitória, sua primeira na temporada 2019.