Card image
Competições
Brasileiros assumem a liderança do Rally do Marrocos nos UTVs

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 08/10/2019
  • Atualizado: 08/10/2019 às 18:30
  • Por: Leonardo Marson

Os brasileiros Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin assumiram nesta terça-feira (8) a liderança do Rally do Marrocos, etapa final do Mundial de Rally Cross Country, entre os competidores dos UTVs. A dupla, que venceu a especial de segunda-feira, terminou a especial do dia na segunda posição, atrás apenas do russo Aleksandr Dorosinskiy e do bielorusso Oleg Uperenko, e tomaram a dianteira da prova, que pode render a dupla o título.

Rally do Marrocos
Varela e Gugelmin precisam apenas de um nono lugar para faturar o título mundial. (Foto: Marian Chytka)

A terceira posição do dia terminou nas mãos de Sergei Kariakin e Anton Vlasiuk, dupla russa que enfrentou Varela e Gugelmin na edição deste ano do Dakar. Principais concorrentes dos brasileiros na disputa pelo título, os também russos Fedor Vorobyev e Kirill Shubin ficaram com a quarta posição do dia, enquanto Austin Jones e Kellon Walch completaram o grupo dos cinco primeiros do dia.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

“Este é um dos rallies mais complicados que já disputei. As dunas, que eram nossa preocupação maior, estão sendo secundárias. O que nos exige mais atenção e esforço são os trechos com valas e grandes pedras, com muito perigo para quem vacilar – tanto que o rally tem tido muitos acidentes. E, claro, o nível técnico muito alto da navegação… é fácil se perder no meio do deserto ou nas regiões onde é mais difícil seguir as referências. Mas nós estamos indo bem”, comentou Varela, após a especial.

“É bom para o moral da equipe subirmos para primeiro na classificação geral da prova. Vamos de ânimo redobrado para o último dia, esta quarta-feira, quando teremos mais um dia difícil. Não espero que o roteiro seja fácil justamente na fase final, muito pelo contrário”, diz Gugelmin, que esteve junto de Varela na conquista do título da classe T2, em 2012.

Varela e Gugelmin, que venceram as etapas do Qatar e do Cazaquistão, precisam de apenas dois pontos, que serão obtidos com a nona posição, para conquistarem o título mundial, que será o terceiro do piloto e o segundo do navegador. A segunda posição pertence a Dorosinskiy e Uperenko, enquanto Kariakin e Vlasiuk aparecem em terceiro. Voroboyev e Shubin são apenas os sétimos colocados.

A quinta e última especial do Rally do Marrocos será disputada nesta quarta-feira (9), e contará com 210 quilômetros de trecho cronometrado, além de um deslocamento de 284 quilômetros.