Card image
Capa da Semana
Stock Car e Copa Truck: juntas no mesmo evento!

8 Minutos de leitura

  • Publicado: 05/10/2020
  • Atualizado: 05/10/2020 às 17:09
  • Por: Venicio Zambeli

Pela primeira vez na história, a Stock Car e Copa Truck, duas das principais categorias do automobilismo nacional, correram em um mesmo evento. Um espetáculo realizado em Cascavel, PR, que infelizmente não pôde ser acompanhado de perto pelo público no autódromo, devido às restrições de isolamento impostas pela pandemia do Coronavírus.

Stock Car e Copa Truck
Edição de Capa: Venício Zambeli – Fotos: Duda Bairros – divulgação / Vicar

 

Mesmo assim, na pista as duas categorias deram um show de velocidade e mostraram que no futuro a dobradinha pode voltar a acontecer e ser uma receita de sucesso. As duas competições são promovidas por Carlos Col, CEO da Vicar (promotora da Stock Car) e proprietário da Mais Brasil (organizadora da Copa Truck).

Stock Car e F-Truck - Foto: Duda Bairros - divulgação / Vicar
Stock Car e Copa Truck juntas em um mesmo evento pela primeira vez na história – Foto: Duda Bairros – divulgação / Vicar

 

Na Stock Car, muitos marcos memoráveis

Pela Stock Car, no sábado, antes de vencer a quinta etapa, Thiago Camilo quebrou o tabu pessoal de nunca ter obtido uma pole em Cascavel, única pista que faltava em seu currículo. Já no domingo, Bruno Baptista registrou a sua primeira pole position da carreira na Stock Car, para depois também vencer uma das duas provas que compuseram a sexta etapa. E o atual campeão Daniel Serra quebrou um jejum de quase um ano e meio sem vencer ao cruzar no primeiro lugar a linha de chegada da segunda e última corrida do domingo – sua vitória mais recente havia acontecido na primeira etapa de 2019, disputada em abril. Serra, aliás, foi o nome das três provas do final de semana, já que com seu Chevrolet Cruze foi o maior pontuador do encontro. Mas brilhou forte também a estrela de Cesar Ramos, que mesmo sem vencer assumiu a liderança do campeonato.

Stock Car e F-Truck - Foto: Duda Bairros - divulgação / Vicar
Cesar Ramos é o líder do campeonato da Stock Car – Foto: Duda Bairros – divulgação / Vicar

 

Ramos agora lidera com 146 pontos. O segundo colocado é Ricardo Zonta (132), com Thiago Camilo e Ricardo Maurício empatados no terceiro lugar, com 130 pontos. Rubens Barrichello, que chegou líder a Cascavel, agora é o quinto colocado (126). Depois de um início de temporada fora do forte padrão de seu tricampeonato, Daniel Serra somente agora começa a encostar nos líderes e soma 119 pontos na sexta posição.

Stock Car e F-Truck - Foto: Duda Bairros - divulgação / Vicar
Thiago Camilo, vencedor da corrida 1 da Stock Car – Foto: Duda Bairros – divulgação / Vicar

 

As provas de Cascavel foram o maior teste do ano até o momento para pilotos, equipes e também para o Toyota Corolla e o Chevrolet Cruze. Com temperaturas ambientes na casa dos 38 graus e perto de 50 graus no asfalto, a performance e a resistência de todos foram exigidas ao máximo.

Stock Car e F-Truck - Foto: Duda Bairros - divulgação / Vicar
Bruno Baptista vencedor da corrida 2 da Stock Car – Foto: Duda Bairros – divulgação / Vicar

 

“A estratégia da nossa equipe foi toda voltada para a primeira corrida. Mesmo assim, não foi nada fácil conquistar a pole e a vitória. O mínimo de erro numa volta na pista ou no reabastecimento e troca de pneus no box seria o suficiente para não vencer. Felizmente, a equipe trabalhou muito bem e eu consegui a vitória aqui em Cascavel”, explicou Bruno Baptista, que agora soma duas vitórias na Stock, já que foi o melhor em uma das provas que a categoria disputou no Velocitta, em 2019.

Stock Car e F-Truck - Foto: Duda Bairros - divulgação / Vicar
Daniel Serra, vencedor da corrida 3 da Stock Car – Foto: Duda Bairros – divulgação / Vicar

 

Mais eficiente piloto do final de semana, Daniel Serra comemorou o resultado mas ressalvou que o desempenho ainda pode ser aprimorado: “Acabou bem o final de semana, mas não podemos esquecer os pontos que temos que a melhorar. A classificação não foi muito boa. Mas, foi positivo sair de um décimo oitavo lugar na classificação para (a condição de) maior pontuador do final de semana. Isso mostra o espirito da equipe, que a gente sabe onde quer chegar e vamos trabalhar pra chegar lá”, resumiu.

Stock Car e F-Truck - Foto: Duda Bairros - divulgação / Vicar
Box da Stock Car com os carros da categoria – Foto: Duda Bairros – divulgação / Vicar

 

O novo líder Cesar Ramos também elogiou a capacidade de reação de sua equipe. “Sair líder depois da nona corrida entre 18 a serem disputadas, exatamente a metade do campeonato, mostra que estamos realmente fortes. Não é à toa que a gente está nesta posição”, comentou ele. Sobre a briga entre as duas marcas, ele pontuou o crescimento dos Cruze na competição. “Se a gente for ver, as duas poles do final de semana foram dos Corolla, mas tivemos mais Chevrolets no top-10 do que os Toyota. Está bem parelho, mas a gente está confiante que tem um carro bom na mão e continuará tendo nas outras pistas”, avaliou.

Stock Car e F-Truck - Foto: Duda Bairros - divulgação / Vicar
Stock Car na pista de Cascavel, PR – Foto: Duda Bairros – divulgação / Vicar

 

O encontro deste final de semana potencialmente poderia conceder um recorde máximo de 84 pontos para quem vencesse as três provas. E Daniel Serra levou seu Cruze a registrar nada menos que 61 (ou 72,6% do total). O segundo melhor pontuador foi Thiago Camilo (Toyota Corolla, 52 pontos), com Cesar Ramos (Toyota Corolla, 49) e Átila Abreu (Chevrolet Cruze, 41) a seguir. Considerando apenas as duas corridas da sexta etapa, disputadas neste domingo, Serra também foi o melhor, somando 35 pontos, contra 33 de Gabriel Casagrande (Chevrolet Cruze) e Cesar Ramos, 32.

As próximas etapas das Stock Car serão disputadas nos dias 17 e 18 de outubro, no autódromo do Velocitta, em Mogi Guaçu (SP).

Stock Car e F-Truck - Foto: Duda Bairros - divulgação / Vicar
Copa Truck em Cascavel, PR – Foto: Duda Bairros – divulgação / Vicar

 

 

Na Copa Truck, Valdeno Brito domina e vence as duas provas

O Piloto da AM Motorsport deu um grande passo rumo à classificação para a Grande Final ao obter a pontuação máxima de 40 pontos em duas corridas de muito calor no oeste paranaense.

Stock Car e F-Truck - Foto: Duda Bairros - divulgação / Vicar
Valdeno Brito venceu as duas corridas da Copa Truck – Foto: Duda Bairros – divulgação / Vicar

 

Valdeno Brito tem uma história especial com Cascavel. Foi na pista do oeste paranaense que ele teve duas vitórias e um de seus melhores desempenhos na fase moderna da Stock Car e, agora, conquistou suas duas primeiras vitórias na Copa Truck, somando o máximo de pontos possíveis e dando um largo passo rumo à Grande Final.

O piloto da AM Motorsport largou em segundo na primeira corrida e assumiu a ponta em uma disputa aguerrida com o também estreante Rafael Lopes, rendendo até toque de portas, e recebendo a bandeirada com 0s345 de diferença.

Stock Car e F-Truck - Foto: Duda Bairros - divulgação / Vicar
Largada da Copa Truck – Foto: Duda Bairros – divulgação / Vicar

 

A segunda corrida foi ainda mais impressionante, pois, largando em oitavo por conta do grid invertido, ele teve de escalar o pelotão no braço – algo complicado na Copa Truck pela largura dos caminhões e a vontade dos rivais em defender a posição.

A vitória dupla acabou servindo para compensar a ausência na etapa dupla de Goiânia por conta do nascimento do filho Daniel nos Estados Unidos, onde Valdeno mora, e o colocou praticamente com um pé na Grande Final, já que ele sai de Cascavel com a pontuação máxima distribuída no fim de semana: 40 pontos.

“Foram corridas de paciência para buscar as posições e de correr o risco nas ultrapassagens que valiam a liderança. Hoje deu tudo certo e estou muito feliz por este final de semana de poder voltar a acelerar e oferecer essas vitórias para a família que está me dando muito apoio, especialmente para o Daniel, que acabou de nascer”, comentou.

O forte calor que fez na hora da corrida, em torno dos 39 graus, provocou uma rara ausência dupla de Beto Monteiro entre os três, cinco, dez e quinze melhores pilotos no resultado final das corridas em um bom tempo. Problemas mecânicos em seu Volkswagen fizeram o atual campeão e dono de duas copas neste ano ser P16 na prova 1 e abandonar a seguinte.

Roberval Andrade também ficou a pé na segunda corrida, mas beliscou um P3 na corrida 1. Depois de seu melhor resultado na carreira com o P2 na bateria inicial, Rafael Lopes deu apenas duas voltas antes de seu Bruto se tornar vítima do forte calor e das exigências de uma corrida dupla numa pista veloz como Cascavel.

“O calor e o tempo seco não foram muito nossos amigos. Remamos muito. Fiz a corrida 2 inteira com três pneus traseiros e fui até onde deu”, destacou Roberval. “Foi minha melhor posição de largada e meu melhor resultado. Estou evoluíndo a cada prova e agradeço à R9 pela dedicação”, contou Lopes.

Sorte de Leandro Totti, que fechou a corrida 2 em segundo, à frente de Felipe Giaffone, Paulo Salustiano e Wellington Cirino, que fecharam o pódio. A prova também foi um grande exemplo de resistência de Pedro Muffato, que, aos 80 anos, só não fez as duas corridas pois seu caminhão não permitiu. “Se deixar eu fico o dia inteiro andando. É um dos maiores prazeres que tenho na vida”, comentou.

Alternando na posição de comentarista da Stock Car e piloto da Usual Racing na Copa Truck, Felipe Giaffone sentiu na pele o sol: na cabeça durante a Stock e dentro do caminhão durante as baterias. “Na primeira parte da prova, a temperatura chegou a 115 graus, com pico de 118”, relatou.

Com a pontuação máxima obtida neste fim de semana, Valdeno Brito vai para a próxima etapa, que será anunciada em breve, com 11 pontos de vantagem para Giafone, 13 para Cirino 19 para Débora Rodrigues e André Marques e 20 à frente de Danilo Dirani e Paulo Salustiano. Com 40 pontos em jogo, ele se garante na final matematicamente se ficar entre os três melhores em uma das corridas que formarão a sexta etapa.

Comentários