Card image
Capa da Semana
Copa Shell HB20: show de disputas e grid cheio no Velocitta

4 Minutos de leitura

  • Publicado: 19/10/2020
  • Atualizado: 19/10/2020 às 2:31
  • Por: Venicio Zambeli

Categorias dos carros Hyundai HB20 disputaram duas corridas em Mogi-Guaçu, SP, e tiveram quatro vencedores diferentes, pelas classes Pro e Super.

Copa HB20
Copa Shell HB20 – Fotos de Capa: Rodrigo Ruiz / divulgação

 

Raphael Abbate, pela Pro, e Marcus Indio, pela Super, triunfaram na prova que abriu a programação da quinta etapa da Copa Shell HB20 no Autódromo Velocitta, localizado em Mogi-Guaçu, a 180 km de São Paulo.

Copa Shell HB20 - Fotos: Rodrigo Ruiz / divulgação
Raphael Abbate venceu a corrida 1 na categoria Pro – Foto: Rodrigo Ruiz / divulgação

 

Campeão geral em 2019, Abbate tomou a ponta do pole Beto Cavaleiro logo na largada e construiu uma vantagem segura para o rival, sem ser incomodado até a bandeirada, quando chegou com 4s530 de vantagem. Cavaleiro, por sua vez, suou para segurar o terceiro colocado, Bruno Testa e Alberto Cattucci, o quarto, enquanto Kleber Eletric completou o pódio, que contempla os cinco primeiros colocados.

“Tive grande evolução nos treinos e consegui largar na primeira fila. Fiz uma boa largada, assumi a ponta e mantive um ritmo forte para vencer a corrida. Na minha opinião, essa é a pista mais técnica do campeonato e não corria aqui há três anos, então estou muito satisfeito”, comentou Abbate.

Copa Shell HB20
Marcus Indio celebra a vitória na prova 1 da categoria Super – Foto: Rodrigo Ruiz / divulgação

 

Já pela Super, Indio tomou a ponta de Keka Teixeira e os dois disputaram até Keka ter um imprevisto e cair para quinto. Sorte de Edgar Colamarino, que largou dos boxes após ter de cumprir uma punição oriunda da última etapa e escalou o grid com personalidade para terminar em segundo. Edson Reis e Diego Vallini, junto com Teixeira, completaram o pódio.

Copa Shell HB20
Largada da categoria Pro na prova 1 – Foto: Rodrigo Ruiz / divulgação

 

Sena Jr. e Junqueira fecham fim de semana com vitória

No Velocitta, Diego Ramos levou na pista mas acabou punido por usar um trecho proibido do traçado na disputa pela ponta com André Bragantini, que também levou uma sanção.

Copa Shell HB20
O toque entre Bragantini e Ramos – Foto: Rodrigo Ruiz / divulgação

 

Diego Ramos e André Bragantini duelaram pela vitória em boa parte da corrida 2 da Copa Shell HB20 no Velocitta neste domingo, mas uma punição por uso de parte proibida da pista rendeu a eles uma punição e, com isso, Luiz Sena conquistou sua primeira vitória na temporada 2020. Ele já havia vencido em Santa Cruz do Sul no ano passado.

Copa Shell HB20
Luiz Sena Jr. comemora a vitória na prova 2 da categoria Pro – Foto: Rodrigo Ruiz / divulgação

 

Daniel Nino, em segundo, e Lucas Bornemann, o terceiro, também obtiveram seus melhores resultados na Pro, com o campeão de 2019 Raphael Abbate, o quarto, e Bruno Testa, quinto, fechando o pódio. O Troféu Volta Mais Rápida Brazzo.

Copa HB20
Muitas disputas na Copa Shell HB20 no Velocitta – Foto: Rodrigo Ruiz / divulgação

 

Diego Ramos acabou caindo para sexto e, Bragantini, para nono. Mesmo assim, Ramos sai do Velocitta com 95 pontos – e com o Troféu Volta Mais Rápida Brazzo – contra 94 de Abbate. Edgar Favarin, parceiro de Odair dos santos, é o terceiro com 83, enquanto Sena Jr. subiu para quarto com 75, um ponto à frente de Bragantini.

“Tivemos uma largada um pouco confusa, mas consegui me livrar dos problemas e saí de sétimo para terceiro. Fiz uma prova constante e vim acompanhando os dois líderes, que estavam brigando bastante. Dei sorte por eles acabarem se tocando, sendo punidos e acabei herdando essa vitória. O resultado foi muito importante para me colocar de volta na briga pelo campeonato. Vamos focar para fazer duas provas boas em Curitiba e assim poder me aproximar da liderança do campeonato”, comentou Sena.

Copa Shell HB20
Antonio Junqueira venceu a corrida 2 na categoria Super – Foto: Rodrigo Ruiz / divulgação

 

Já Antonio Junqueira somou sua terceira vitória pela Super na Copa Shell HB20, desta vez neste domingo no Velocitta. Marcelo Giarreta, o Juba, conquistou também seu melhor resultado na carreira com o segundo lugar. Rafael Reis suportou a pressão de Edgar Colamarino para garantir o quarto posto, com Fabio Albuquerque estreando no pódio em P5.

Como resultado, Junqueira é o novo vice-líder com 111 pontos, quatro atrás do novo ponteiro, Edgar Colamarino, que retorna ao lugar de onde começou no início do ano. Keka Teixeira chegou líder e caiu para terceiro, com 104, seguido pelos irmãos Reis com 75.

“Com certeza foi uma das minhas melhores corridas. Consegui sair da confusão na largada e logo depois da curva 1 já estava entre os primeiros. Vim construindo essa vitória aos poucos. Quando eu encostei no pessoal da Pro o Rafael, que vinha logo atrás de mim, teve um pouco mais de dificuldade para fazer as ultrapassagens e foi aí que eu comecei a administrar a vantagem. Estou muito feliz com o resultado de hoje”, comemorou o vencedor da Super.

A próxima etapa acontece em novembro e suas datas e local serão divulgados em breve.

Comentários