Card image
Brasileiro de Kart
CBA reduz valor de inscrição do Brasileiro de Kart

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 12/05/2020
  • Atualizado: 12/05/2020 às 16:17
  • Por: Leonardo Marson

A Comissão Nacional de Kart da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) anunciou nesta terça-feira (12) a redução nos valores de inscrição para o Campeonato Brasileiro de Kart deste ano, marcado para o mês de dezembro no Speed Park, kartódromo localizado em Birigui (SP).

Brasileiro de Kart
Competição será disputada em dezembro. (Foto: Bruno Gorski)

Haverá dois lotes de inscrição, que será aberta no dia 1º de outubro no site da CBA, o cba.org.br. Até o dia 4 de novembro, pilotos das categorias Cadete e Mirim pagarão R$ 895,00, enquanto os outros competidores desembolsarão R$ 1.795,00. Depois, os valores sobem para R$ 1.165,00 e R$ 2.340,00, respectivamente.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga a RACING também no Instagram!

Também existirá a necessidade de um número mínimo de inscritos para cada uma das categorias do Brasileiro de Kart para acontecer. Pelo menos dez pilotos deverão estar inscritos na categoria para que haja a competição. No dia 5 de novembro, com números apurados, a CBA se pronunciará sobre qual será o formato do campeonato.

LEIA MAIS:

CBA altera datas das competições nacionais de kart

A entidade máxima do esporte a motor no País trabalha com três possibilidades: campeonato em duas fases, caso haja mais de 300 pilotos inscritos, Brasileiro com fase única, com menos de 300 pilotos, ou o cancelamento da competição, caso ela não seja viável financeiramente.

A definição das datas exatas do Brasileiro de Kart acontecerá no dia 6 de novembro. Caso seja disputado em duas fases, a competição será realizada entre 7 e 12, e 14 e 19 de dezembro. Em caso de torneio de fase única, as datas passarão a ser entre 13 e 19 de dezembro.

“Vivemos hoje um momento extremamente particular em nossa sociedade e, como gestores esportivos, temos a obrigação de estudarmos diferentes cenários e procurarmos, com responsabilidade, soluções que possam atender ao maior número de envolvidos possível”, diz Pedro Sereno, presidente do CNK da CBA.

“Em contato direto com a Associação Brasileira de Pilotos de Automobilismo, procuramos entender as demandas de nosso meio e, diante do que era possível, promovemos as alterações descritas acima”, segue o dirigente máximo do kartismo do País.

“Temos a convicção de estarmos num permanente trabalho pela volta das atividades do kartismo nacional priorizando, como dissemos antes, a retomada gradativa das atividades regionais e estaduais”, completa Sereno.