Card image
Brasileiro de Endurance
AJR de Nilson e José Ribeiro vencem as 4h de Interlagos

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 09/09/2019
  • Atualizado: 09/09/2019 às 8:26
  • Por: Leonardo Marson

Nilson Ribeiro e José Ribeiro venceram neste sábado (7) as 4 Horas de Interlagos, quinta etapa da temporada 2019 do Endurance Brasil, principal campeonato de corridas de longa duração do País. A dupla, que correu com um protótipo AJR número 65, dominou a prova disputada no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP), assumiram a liderança na volta 43, ao superarem o AJR de Pedro Queirolo e David Muffato, e seguiram para triunfar pela segunda vez no ano no geral, e pela terceira vez na categoria P1.

Endurance
Dupla sul-matogrossense se tornou a primeira a vencer duas vezes na temporada. (Foto: Rafa Catelan)

A segunda posição ficou com Chico Longo e Daniel Serra, que correram com uma Ferrari, acabando uma volta atrás em relação aos sul-matogrossenses, e levaram a vitória na classe GT3. Marcel Visconde e Ricardo Maurício terminaram a corrida na terceira posição com um Porsche, sendo seguidos por Guilherme Figueroa e Julio Campos, que correram com um Mercedes. O grupo dos cinco primeiros contou ainda com o Mercedes de Xandy Negrão e Xandinho Negrão que tiveram um pneu estourado na prova.

Você conhece o canal da RACING no YouTube? Clique e se inscreva!

Vicente Orige, Gustavo Martins e Raphael Campos terminaram na sexta posição com um AJR, sendo seguidos por Ricardo Mendes, Tom Filho e Peter Feter, que correram com uma Ferrari e venceram na GT3 Light. Pedro Queirolo e David Muffato, que lideraram o início da prova com um AJR, ficaram com o oitavo lugar, enquanto Tiel de Andrade, Julio Martini e Marçal Müller, com um AJR, foram os nonos. Carlos Antunes, Yuri Antunes e Sérgio Pistilli, com um MRX, completaram o top-10 e venceram na classe P3.

A corrida contou com outros vencedores de classes. Renato Braga e Renan Guerra, que terminaram na 11ª colocação geral, triunfaram na classe GT4 com um Ginetta, enquanto Mauro Kern e Paulo Sousa, com um MCR, venceram pela P2. Henry Visconde e Felipe Steyer, com uma BMW, ganharam na GT4 Light ao terminarem na 18ª colocação, uma posição à frente de José Tinoco e Ricardo Forquim, que triunfaram na P4 com um Spyder.

A prova foi das mais tumultuadas, principalmente nas primeiras duas horas, quando o Safety Car precisou ser acionado nada menos do que seis vezes, sempre por problemas mecânicos nos carros. Na segunda metade da corrida em Interlagos também existiram incidentes, como as duas escapadas de pista de Daniel Serra com a Ferrari, e os problemas enfrentados por Jindra Kraucher com o Sigma, mas o Carro de Segurança foi acionado apenas nos últimos cinco minutos, por conta de um princípio de incêndio em um dos carros.

A próxima etapa do Endurance Brasil acontece no dia 12 de outubro, com a realização das 3 Horas de Santa Cruz do Sul (RS).